Dicas sobre a Tailândia – Um país apaixonante!

Hoje vou começar a escrever sobre minha aventura na Ásia! É o primeiro post de uma série com o mesmo nome da playlist do nosso canal no YouTube: Ásia Trip. Vou contar um pouquinho sobre como é viajar, mostrar algumas curiosidades e dar dicas sobre a Tailândia de uma forma geral. Não vou escrever sobre nenhuma cidade específica para não ficar muito grande.

Long tails na praia de Long Beach | Dicas sobre a Tailândia
Long tails na praia de Long Beach | Dicas sobre a Tailândia

# Tailândia – Um país apaixonante

A Tailândia (oficialmente denominada Reino da Tailândia) se situa no continente asiático e faz fronteira com o Camboja, Laos, Malásia e Mianmar. Sua população atual gira em torno dos 68 milhões de habitantes.

Por falar em população, achei os tailandeses super prestativos, alegres e engraçados. São também um povo bastante acolhedor. Apesar do país ser subdesenvolvido, me senti segura por onde passei e não tive essa paranoia que temos no Brasil (medo de assalto e etc).

Atualmente, o país é um dos mais procurados por turistas do mundo todo. Segundo o ranking da Organização Mundial de Turismo, a Tailândia está entre os 10 primeiros da lista. Quando estive lá encontrei muitos europeus, australianos e chineses! O turismo realmente movimenta a economia do país e é por isso que os tailandeses cuidam tão bem dos turistas!

Dicas sobre a Tailândia:

Agora vou contar um pouco sobre a minha experiência no país e dar algumas dicas sobre a Tailândia.

# Religião

A religião predominante é o Budismo. Eles levam muito a sério o respeito ao Buda e aos monges. Então, nada de ficar brincando com as imagens do Buda ou se você tiver uma tatuagem de Buda, deixe-a sempre coberta, pois eles consideram falta de respeito.

Ao entrar nos templos, na maioria deles, é exigido que você tire os sapatos e que esteja sempre coberto do joelho pra cima e que não mostre os ombros/colo.

Dica para a mulherada: eu sempre carregava na mochila uma blusinha preta de manga, pois se fosse necessário era só colocar por cima da roupa que eu estava e sempre combinava com tudo.

Rei Bhumibol Adulyadej | Dicas sobre a Tailândia - Foto: Alexandre Gama Póvoa.
Rei Bhumibol Adulyadej | Dicas sobre a Tailândia – Foto: Alexandre Gama Póvoa.

Por falar em adoração, eles são muito patriotas. O Rei Bhumibol Adulyadej morreu em 13/10/2016 e a população ficou arrasada. Seu reinado durou 70 anos e os tailandeses o admiravam muito, era quase um semi deus. Eu estive no país 2 meses após a morte do monarca e por todo lugar via faixas pretas, quadros e fotos do rei com flores.

Em Bangkok esse luto era mais visível. Nas imediações do Palácio Real haviam muitas pessoas de preto e várias homenagens.

Checklist: O que levar na bagagem de viagem

Para não esquecer de levar os itens essenciais em sua viagem, baixe gratuitamente o Checklist: O que levar na bagagem de viagem

Após sua morte, seu filho Maha Vajiralongkorn assumiu o trono. Muitos tailandeses estão preocupados, pois acham que o filho não tem o mesmo talento que o pai. Porém, ao serem perguntados sobre o que acham, eles não falam mal do rei atual, talvez por causa das leis severas de lesa-majestade, em que é considerado crime falar mal do rei.

# Quando ir para a Tailândia

Eu fui em Dezembro e amei. Apesar de ser inverno, o tempo estava bem quente (temperatura média de 30 graus) e sem chuvas. Fique atento para a época das monções, pois nesse período as chuvas são muito fortes, assim é melhor evitar os meses de Julho a Outubro.

# Língua

O tailandês é a língua oficial e o alfabeto deles nada tem a ver com o nosso, impossível entender qualquer coisa hahaha! Mas fiquem tranquilos, o país tem uma estrutura muito boa para receber os turistas, muitos falam inglês e os que não falam se fazem entender. Nada que uma mímica não resolva, né?!

Coca Cola em tailandês | Dicas sobre a Tailândia
Coca Cola em tailandês | Dicas sobre a Tailândia – Foto: Meus dias na Tailândia

# Moeda

O baht é a moeda da Tailândia.  Quando eu visitei o país, fazia a conversão para o real tirando um 0, ou seja, 10 bahts é igual a 1 real. Eles possuem notas de 1.000, 500, 100, 50 e 20. Já as moedas são de 10, 5, 2 e 1.

Nota de 1.000 bahts | Dicas sobre a Tailândia
Nota de 1.000 bahts | Dicas sobre a Tailândia

Aconselho levar dólares americanos e ir trocando aos poucos quando chegar no país. As conversões no aeroporto são as piores, então troque só o suficiente para chegar até o local da sua hospedagem. A variação não é tão grande, no aeroporto achei 100 dólares americanos por 3.330 bahts e nas cidades 100 dólares por 3.680 bahts. Porém, sempre é bom economizar, afinal com 300 bahts dá pra você comprar muita lembrancinha, comprar algumas cervejas no 7-Eleven ou até mesmo jantar em um restaurante.

Outra coisa interessante sobre a compra de bahts é que as notas de 100 e 50 dólares valem mais na troca, então quando for comprar a moeda aqui no Brasil opte por essas notas para não perder na conversão.

# Fuso horário

A Tailândia está horas na frente do Brasil. Segundo o horário de Brasília, nos meses em que temos horário de verão (que foi quando eu fui) a diferença é de 9 horas, ou seja, se no Brasil  são 08:45 da manhã na Tailândia são 17:45.

Por conta da diferença de fuso e das horas passadas dentro do avião, aconselho deixar o primeiro dia sem programação, pra relaxar, dormir se tiver vontade, enfim deixa ele livre.

Elefantes da Tailândia
Elefantes da Tailândia

# Vacina

Para entrar na Tailândia, é obrigatório estar vacinado contra febre amarela e levar o certificado internacional de vacinas que comprove a imunização.

Assim que você desembarcar do avião, será necessário passar no “Health Control” e mostrar seu certificado + um formulário (que fala sobre os últimos países que esteve, pergunta se sentiu algumas coisas, como náuseas, dor de cabeça, e pode ser preenchido ali mesmo na seção, antes de ser atendido) + passaporte + um outro formulário “arrival/departure card”. É simples, fiquem tranquilos!

Documentos que se deve apresentar no Health Control.
Documentos que se deve apresentar no Health Control | Dicas sobre a Tailândia

# Seguro viagem na Tailândia

Apesar de não ser obrigatório o seguro viagem na Tailândia, eu super recomendo fazer um para evitar dores de cabeça. Tem uns baratinhos com cobertura de 10.000 dólares, que cobrem atendimento, extravio de bagagem e até medicamento.

Eu fiz o seguro principalmente porque viajei com o braço engessado e ia precisar ir em uma clínica lá para tirar o gesso. Acabou que eu mesma tirei. Tem um outro detalhe: algumas pessoas que vão para a Ásia sofrem algum problema (leia-se diarreia braba) por causa da comida. Eu não tive, mas as duas pessoas que viajaram comigo tiveram. Ter um seguro viagem nessas horas ajuda muito.

Eu recomendo que você faça seu seguro com a Seguros Promo. E utilizando o código PARTIUVIAJAR5 na tela de pagamento você conseguirá 5% DE DESCONTO. Se pagar no boleto ainda consegue mais 5%. Vez ou outra conseguimos cupons que dão até 20% de desconto no Seguro Viagem. Assine nossa newsletter para ficar sabendo dessas promoções. Acho que vale a pena por conta da sua tranquilidade, né?!

Clique aqui para fazer sua reserva ou utilize o banner abaixo com o desconto já aplicado.

Seguro Viagem: Ásia
GTA 60 EUROMAX GTA 60 EUROMAX Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 21/dia*
TA 40 Especial Plus - Internacional TA 40 Especial Plus - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 14/dia*
AT 40 INTER AT 40 INTER Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.500 (COMPLEMENTAR) R$ 24/dia*

# Visto

Para brasileiros que pretendem ficar até 90 dias no país não é exigido visto. Após passar pelo “Health Control”, você deverá pegar a fila da imigração (passaport control), onde mostrará seu passaporte + o formulário “arrival/departure card” devidamente preenchido. Receberá um carimbo no seu passaporte e pronto!!

Arrival Card - cartão para apresentar na imigração
Arrival Card – cartão para apresentar na imigração | Dicas sobre a Tailândia

Obs: na imigração eles pegam a parte do “arrival card” do formulário e deixam com você o “departure card” (que você deve entregar quando for deixar o país). Alguns oficiais grampeiam o cartão na folha do passaporte, outros não. Caso o seu não seja grampeado, fique atento para não perde-lo.

Por hoje, é isso! Espero que você tenha gostado das minhas dicas sobre a Tailândia e que acompanhe os outros posts da série. Ainda tem muiiiita coisa para ser dita sobre a Tailândia.

Beijos e até mais!