Home Exchange: plataforma de troca de casa para você viajar mais!

Trocar de casa para poder viajar mais parece uma boa ideia para você? A Home Exchange é uma plataforma que te permite achar acomodação em mais de 180 países, são mais de 400.000 casas! É uma forma simples, segura e econômica de achar acomodação durante uma viagem. No post de hoje vou explicar como funciona o Home Exchange e compartilhar com vocês minha experiência =)

Quem segue o Blog sabe que eu já me hospedei em hostels, hotéis, AirBnB, fiz Couchsurfing… mas nunca tinha experimentado fazer uma troca de casa. Eu testei a plataforma do Home Exchange na minha última viagem e vou contar como foi. Se você curtir pode se cadastrar e testar, vai que você gosta também!

Home Exchange na África do Sul | Como funciona o Home Exchange
Home Exchange na África do Sul | Como funciona o Home Exchange

# 1ª troca de casa – Mossel Bay / África do Sul

Pesquisei várias casas em Mossel Bay e após enviar algumas mensagens tive uma resposta positiva.

Eu escolhi uma casa que era residência secundária, ou seja, os donos não estariam na mesma casa que eu. Meu anfitrião foi o Hannes e a esposa. Ótimas pessoas. Me recepcionaram super bem! Eu fiquei 2 dias na casa, que está localizada pertinho da praia, dentro de um condomínio fechado.

A casa deles tinha 3 quartos (capacidade para 9 pessoas) e 2 banheiros, uma sala grande, uma cozinha (equipada com micro ondas, fogão, cafeteira, utensílios, máquina de lavar) e garagem.

Pra vocês terem uma ideia, quando cheguei na casa tinha pão, queijo, presunto, leite, suco e vinho pra mim. A casa estava toda arrumadinha, tinha toalhas em cima da cama, sabonete e shampoo no banheiro.

No dia seguinte a minha chegada o Hannes me levou para dar uma volta de carro e mostrou os principais pontos da cidade e depois a esposa dele ainda me deu um peixe para eu cozinhar para o jantar.

Cozinha da casa de Mossel Bay.
Cozinha da casa de Mossel Bay.
Um dos quartos da casa de Mossel Bay.
Um dos quartos da casa de Mossel Bay.

Minha primeira experiência com o Home Exchange não poderia ter sido melhor!

#2ª troca de casa – Plett Bay / África do Sul

Em Plett Bay também pesquisei várias casas e mandei várias mensagens. Tive uma resposta positiva do Barrie e lá fui eu pra minha segunda troca. Não cheguei a conhecer o Barrie pessoalmente, ele estava viajando e deixou a chave na portaria de um hotel que fica ao lado do condomínio onde está a casa.

A casa dele é enorme! São 4 quartos, 4 banheiros, 3 salas, cozinha (equipada com fogão, micro ondas, cafeteira, torradeira, alguns utensílios, máquina de lavar louças, máquina de lavar roupas), varanda, piscina e garagem. Ao todo são 340 m2 !

Checklist: O que levar na bagagem de viagem

Para não esquecer de levar os itens essenciais em sua viagem, baixe gratuitamente o Checklist: O que levar na bagagem de viagem

Eu fiquei lá 3 noites e tive uma ótima experiência. Conforto e sossego para curtir a cidade. Obs: no final da estadia não é necessário limpar a casa, mas acho que é educado lavar as louças.

Fachada da casa em Plett Bay.
Fachada da casa em Plett Bay.
Um dos quartos da casa de Plett Bay.
Um dos quartos da casa de Plett Bay.

# Como funciona o Home Exchange – Passo a passo para se cadastrar

Curtiu minhas experiências? Abaixo vou explicar como funciona o Home Exchange através de um passo a passo. Aproveite para fazer o seu cadastro!

1) Acesse o site: https://www.homeexchange.com/pt

Site oficial do Home Exchange | Como funciona o Home Exchange
Site oficial do Home Exchange | Como funciona o Home Exchange

2) Clique em “inscreva-se”.

Após, preencher nome e sobrenome + email. Pronto!

3) Comece a montar seu perfil.

Primeiro fale sobre a sua casa (endereço, se fica perto de algum ponto turístico, quantas camas possui, quais eletrodomésticos estão disponíveis etc).

Preenchendo o perfil | Como funciona o Home Exchange
Preenchendo o perfil | Como funciona o Home Exchange

Em seguida marque no calendário em quais datas ela estará disponível.

Preenchendo o perfil | Como funciona o Home Exchange
Preenchendo o perfil | Como funciona o Home Exchange

Depois adicione fotos da sua casa e lugares próximos (pontos de interesse). Depois preencha alguns dados sobre você.

# Como funciona o Home Exchange – Sistema de pontuação

Quando você terminar de fazer seu cadastro, vai ganhar 450 pontos (guest points) e após preencher seu perfil vai ganhar mais 700 guest points. Assim, poderá testar a plataforma antes mesmo de receber alguém na sua casa.

Esses pontos (ou guest points) são usados para fazer as trocas de casa. Cada vez que você hospedar alguém, vai receber alguns pontos, que depois poderão ser usados para você se hospedar na casa de outro membro.

Para procurar uma casa, basta colocar a cidade que você deseja no campo de busca, as datas de chegada e saída, e o número de pessoas que estarão junto com você.

O site te mostrará todas as opções. Se quiser, poderá acionar alguns filtros para facilitar sua busca. Existe a opção de procurar uma casa só para você (acione o filtro residência secundária) ou apenas um quarto na casa (acione o filtro residência primária).

Casa do Barrie - Uma das casa em que me hospedei | Como funciona o Home Exchange
Casa do Barrie – Uma das casa em que me hospedei | Como funciona o Home Exchange

# Como funciona o Home Exchange – Tem algum custo?

O cadastro é gratuito e as trocas não envolvem dinheiro. Porém, é preciso pagar um “seguro” que custa 10 euros por noite. Ele não depende do número de pessoas, se forem 5 pessoas ou se for 1 pessoa, será 10 euros por noite. Vale muito a pena, pois mesmo que você viaje sozinho, vai pagar uns 45 reais. Se estiver viajando com mais uma pessoa, vai pagar 20 e poucos reais.

Esse “seguro” te dá direito a assistência 24h por dia, durante os 7 dias da semana. Se você for hóspede, ele serve para garantir a sua recolocação se houver cancelamento ou caso a acomodação não esteja de acordo com a descrição no site. Caso você seja o anfitrião, terá a garantia de que encontrará a sua casa no estado em que você a deixou.

Se você viaja muito, poderá optar pelo seguro anual, que custa 120 euros.

Veja quais casas te interessam, quantos pontos são necessários para ficar nelas (cada proprietário pode colocar seu “preço”, ou seja, podem ter opções de 30 pontos ou de 300) e mande mensagem para os proprietários. Geralmente, todos respondem, mesmo quando não vão aceitar a troca.

No campo da mensagem você pode tirar suas dúvidas e, se estiver tudo ok, vocês finalizam a troca, que equivale a reserva. É bem simples!

Dica: mande mensagem para várias pessoas, nem sempre vai acontecer de rolar a troca para a primeira casa que você gostou. É preciso ter um pouco de paciência e persistência rs

É importante deixar claro que você não é obrigado a trocar de casa, você só receberá pessoas na sua casa se quiser. Caso não se sinta confortável, poderá somente ser hóspede. As trocas podem ser recíprocas ou não.

Casa do Barrie - Uma das casa em que me hospedei | Como funciona o Home Exchange
Casa do Barrie – Uma das casa em que me hospedei | Como funciona o Home Exchange

# Conclusão – Home Exchange, vale a pena?

Testei e aprovei! Rs

As duas experiências foram ótimas, porém a primeira teve um toque de pessoalidade que a fez ser mais especial.

E aí, gostou da ideia? Já teve alguma experiência com o Home Exchange? Conta pra gente. Se você tiver alguma dúvida sobre como funciona o Home Exchange, pode deixar um comentário aqui embaixo que eu respondo assim que possível.

Beijos e até a próxima troca de casa 😉