Review: Como foi me hospedar no Curitiba Casa Hostel

Escolher onde se hospedar nem sempre é uma tarefa fácil, ne?! Eu sempre leio várias avaliações e relatos antes de fazer uma reserva para ter certeza que estou escolhendo um bom lugar. Pensando nisso, vou dividir mais um post da série “review” e te dar uma dica de onde ficar em Curitiba. Abaixo vou contar como foi me hospedar no Curitiba Casa Hostel.

Curitiba Casa Hostel
Curitiba Casa Hostel – Foto: Booking

Primeiramente, gostaria de falar que eu adoro Curitiba, já fui lá 3x vezes e pretendo voltar assim que possível. Eu escrevi dois posts sobre a cidade, antes de ir sugiro que você leia “O que fazer em Curitiba – roteiro de 3 dias” e “O que fazer em Curitiba no final de semana“.

Bom, agora vamos falar sobre o hostel que eu me hospedei nessa última visita, né?! Fiquei lá 5 noites e abaixo vou contar tudo que você precisa saber sobre como foi me hospedar no Curitiba Casa Hostel.

# Localização – Onde ficar em Curitiba

O Curitiba Casa Hostel fica localizado na Rua Brasílio Itiberê, 73, no bairro Jardim Botânico.

Ele fica bem próximo à Rodoferroviária, apenas 20 minutos de caminhada. No dia que eu cheguei, peguei um ônibus do aeroporto até a estação e de lá pedi um Uber até o hostel, a corrida ficou em R$6.

Também fica bem próximo do Jardim Botânico (principal cartão postal da cidade), apenas 1km de caminhada e do Mercado Municipal, apenas 1,5km de distância.

# Estrutura

O hostel tem vários tipos de quarto, como: compartilhado misto com 8, 6 ou 4 camas; feminino com 8 camas e quarto privativo. Eu fiquei em 2 quartos, o misto com 8 camas e o feminino, ambos com banheiro privativo.

Um dos quartos do Curitiba Casa Hostel
Um dos quartos do Curitiba Casa Hostel – Foto: Fernandes – Booking

As camas são bem grandes, o colchão bom, assim como o travesseiro. Em cada cama tem uma tomada e uma prateleira. O wi-fi funcionou muito bem nos 2 quartos que eu fiquei e nas áreas comuns.

Um dos quartos do Curitiba Casa Hostel | Onde ficar em Curitiba
Um dos quartos do Curitiba Casa Hostel | Onde ficar em Curitiba

O locker é beeeem grande, coube minha mala dentro e todas as minhas coisas. Achei um ponto super positivo! Detesto aqueles lockers que a gente tem que escolher o que vai guardar dentro pois não cabe tudo sabe?! Ah, não é necessário levar cadeado, as camas tem uma tranca própria.

Locker gigante | Onde ficar em Curitiba
Locker gigante | Onde ficar em Curitiba

Outra coisa que eu achei muito boa foram os banheiros, quase parecia que eu estava na minha casa. O box grande com blindex, pia com papel descartável para secar as mãos (lembrando que apenas uma basta pra secar! Vamos pensar no meio ambiente, ne?!). Tinha vários ganchos para pendurar as roupas e ainda uma prateleira para colocar shampoo, sabonete, etc.

Checklist: O que levar na bagagem de viagem

Para não esquecer de levar os itens essenciais em sua viagem, baixe gratuitamente o Checklist: O que levar na bagagem de viagem

Banheiro gigante do Curitiba Casa Hostel.
Banheiro gigante do Curitiba Casa Hostel. Todos os banheiros do hostel são assim, maiores.

Já fiquei em hostel que é tudo tão apertado que você não consegue nem mexer direito enquanto está tomando banho. Quando tem aquelas cortinas de plástico que gruda no seu corpo então… é pior ainda, concorda?!

O Curitiba Casa Hostel oferece um dos melhores cafés da manhã que já tomei em hostel. Tinha leite, café, 3 tipos de pão de forma, 3 tipos de bolo, muçarela, presunto, 2 tipos de fruta, biscoito, manteiga, queijo, doce de leite e uns 4 tipos de geleia. Ah, e você pode comer a vontade!

Bolo de cenoura com cobertura de chocolate e bolo de prestígio! Delícia demais!
Bolo de cenoura com cobertura de chocolate e bolo de prestígio! Delícia demais!
Opções do café da manhã.
Opções do café da manhã | Onde ficar em Curitiba
Bolo de banana com canela e geléias ali nos potes.
Bolo de banana com canela e geléias ali nos potes.

Oferecem também áreas de convivência. Tem uma sala conjugada com a recepção, na qual é possível assistir TV, usar o computador ou apenas ficar batendo papo com outros hóspedes. Também tem uma outra área com sinuca e churrasqueira, infelizmente eu não pude aproveitá-las.

Uma das áreas de convivência do hostel.
Uma das áreas de convivência do hostel | Onde ficar em Curitiba

Ah, se você precisar lavar roupa, eles possuem lavanderia lá mesmo.

Por fim, achei uma graça os grafites que tem pelo hostel. No muro do lado de fora e nos quartos. Aliás, esqueci de falar, os quartos são temáticos com pontos turísticos da cidade e aí tem um grafite do ponto no interior do quarto.

Grafite no muro do Curitiba Casa Hostel
Grafite no muro do Curitiba Casa Hostel | Onde ficar em Curitiba

# Atendimento

Eu fui para Curitiba para participar do Encontro da Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem e quase não parei no hostel, pois as programações do Encontro estavam intensas. Mas no dia que cheguei precisei de informações sobre como me deslocar até o Centro e o recepcionista (esqueci o nome dele) me ajudou bastante.

Sempre tinha alguém na recepção pronto para dar orientações, demonstraram boa vontade ao explicar as coisas e isso é muito importante.

# Informações

Endereço: Rua Brasílio Itiberê, 73, bairro Jardim Botânico, Curitiba, Brasil
Site: http://www.curitibacasahostel.com.br/
Email para contato:  contato@curitibacasahostel.com.br
Telefones: (41) 3044-7313
Whatsapp: (41) 99573-1500

# Nota

A minha nota é 4 (sendo que a máxima é 5). Gostei de me hospedar lá e recomendo o hostel como opção de onde ficar em Curitiba.

E aí, partiu se hospedar no Curitiba Casa Hostel?! Se quiser fazer sua reserva, basta acessar clicar aqui. Você será redirecionado para a página do Booking.com . Eu sempre utilizo o site para fazer minhas reservas. Se você usar o link acima para fazer a sua, o Blog vai receber uma pequena comissão, você não vai pagar nada a mais por isso e ainda vai nos ajudar a continuar produzindo conteúdo de qualidade.

Se tiverem qualquer dúvida com relação ao hostel, podem deixar um comentário aqui embaixo que eu respondo. Um beijo e até o próximo post!

Observação: o post foi patrocinado por meio de uma parceria. Não fazemos parcerias que não se adequam ao propósito do Blog e a opinião retratada no post é real e imparcial.

Nasci e cresci no interior de Minas Gerais, sou advogada de formação e consultora de viagens de profissão. Tenho 32 anos e desde sempre sonho em viajar o mundo. Já visitei 32 países (alguns mais de uma vez), tendo morado em 4 deles. Em 2016 criei o blog Partiu Viajar para ajudar e inspirar mais pessoas a viajar.

RELACIONADOS