Parque Ecológico Imigrantes: como agendar visita, como chegar + dicas

Compartilhe este post

O Parque Ecológico Imigrantes é um grande exemplo de como os homens e a natureza podem conviver em harmonia. O parque possui uma área de 484 mil m² e é refúgio de muitos animais, possuindo uma estrutura eco friendly super moderna. Abaixo vou te contar como fazer para agendar visita no Parque Ecológico Imigrantes de forma gratuita, continue lendo!

O parque é um presente da comunidade japonesa para nós brasileiros, tal iniciativa é da Fundação Kunito Miyasaka e objetiva preservar a Mata Atlântica.

Parque Ecológico Imigrantes. Foto: @spdagaroa
Parque Ecológico Imigrantes. Foto: @spdagaroa

# Parque Ecológico Imigrantes: como agendar a visita

A primeira dica é: reserve com antecedência! O Parque é bem concorrido e possui um número máximo de visitas por dia.

As visitas individuais são realizadas as terças, quartas e quintas-feira. Elas são GRATUITAS, porém é necessário fazer o agendamento prévio no site clicando aqui.

A reserva só será aprovada e confirmada após o recebimento da documentação solicitada por e-mail ([email protected]).

Obs: caso você seja portador de necessidades especiais, deve informá-la no momento do agendamento para o parque tomar as medidas necessárias para garantir que sua experiência seja a melhor possível.

Além das visitas individuais, o parque organiza visitas escolares e com grupos de empresas. O parque é um excelente lugar para crianças, adolescentes e adultos visualizarem na prática como é possível criar e viver em um ambiente sustentável.

Passarelas do Parque Ecológico Imigrantes
Passarelas do Parque Ecológico Imigrantes

# Como chegar no Parque Ecológico Imigrantes

O parque fica localizado a 35km de São Paulo, na rodovia dos Imigrantes. A melhor forma de acessá-lo é utilizando transporte próprio, visto que não existe linha de ônibus que liga a capital até ele.

Obs: ao lado da entrada do parque tem posto de gasolina e lanchonete.

# Como é a visita

A visita é toda monitorada. Dois funcionários do parque acompanham o grupo e dão explicações completas. Importante separar de 2 a 3 horas para a visita.

Existem 5 trilhas + 1 passarela acessíveis à cadeirantes, idosos, crianças e pessoas com dificuldade de locomoção.

A trilha sensorial possui nível de dificuldade fácil e tem apenas 150 metros de extensão. Ela é interessante, pois passa por um túnel de vegetação e também é possível ter contato com diversas plantas, como manjericão e cabelo de  anjo. Seu objetivo é aguçar nossos sentidos. É acessível a todos os públicos, inclusive deficientes visuais (visto que podemos tocar/sentir as plantas).

Trilha sensorial
Trilha sensorial

 

Trilha sensorial
Trilha sensorial

A trilha da samambaias também possui nível fácil de dificuldade e tem 300m de extensão, sendo que ela não é acessível a cadeirantes. Já a trilha dos macacos possui nível médio de dificuldade e tem 1km de extensão, sendo que ela também não é acessível a cadeirantes.

A trilha das antas é de nível fácil e possui 350 metros de extensão. Por fim, a trilha das orquídeas também possui nível fácil e tem 350m. Todas as trilhas são tranquilas, não é preciso ser atleta para percorrer nenhuma delas.

Parque Ecológico Imigrantes
Parque Ecológico Imigrantes

Agora uma dica de ouro: passe repelente! Gente, tem muito pernilongo lá! Sério, eles me mordiam por cima da calça, foi uma loucura rs.

Obs: durante a visita não é permitido fazer lanches, nem mesmo alimentos orgânicos. Exceto no caso de pessoas com diabetes.

Por fim, não preciso dizer (mas vou falar mesmo assim): não leve nada das trilhas a não ser o conhecimento adquirido. As plantas, flores e animais pertencem à Mata Atlântica.

# Acessibilidade

O parque foi desenvolvido sob as premissas da sustentabilidade e acessibilidade de pessoas com mobilidade reduzida e deficiência.

Para ser exemplo de construção sustentável, o parque plantou mais de 15 mil mudas de árvores nativas; utilizou 385 toneladas de terra ensacada e remanejada; usou mão de obra de trabalhadores que moram no entorno para integrar a população ao projeto; aproveita a água das chuvas; usa painéis solares e madeira plástica (formada por resto de serragem da indústria noveleira e resto de plásticos industriais), dentre outras ações.

Parque Ecológico Imigrantes
Parque Ecológico Imigrantes

Falando mais sobre o aproveitamento da água da chuva, a água que cai no teto da área da recepção é captada e conduzida para um reservatório com capacidade de armazenar até 25 mil litros, sendo ela reutilizada na limpeza das passarelas e na rega de plantas. “Pequenas” práticas que fazem a diferença, né?

Não sei se você já viu nossos outros posts sobre São Paulo, se ainda não conferiu sugiro começar pelo  “Quanto custa viajar para São Paulo: tabela de gastos em 3 dias” e “Os 8 museus mais legais de SP com entrada gratuita!”, para você aproveitar o melhor da cidade sem gastar muita grana. Se curtir comida japonesa, dá uma lida no “Onde comer comida japonesa em SP: 5 sugestões boas e baratas”.

Outro lugar super interessante para conhecer que está perto de São Paulo é Paranapiacaba! =D

Por hoje é isso! Espero que as informações acima tenham sido úteis para te fazer querer visitar o Parque Ecológico Imigrantes e agendar sua visita! Não perde essa oportunidade de estar junto a natureza e aprender como podemos alinhar práticas sustentáveis a nossa vida.

Beijos e até!

Japão.BR
Japão.BR


Compartilhe este post

Deixe um comentário