O que fazer em Natal e arredores: roteiro para 4, 5, 6 ou 7 dias!

Compartilhe este post

Ao contrário do que muita gente pensa, há dezenas de passeios interessantes para fazer em Natal e arredores! Isso mesmo, há mais do que conhecer o Morro do Careca e fazer passeio de buggy pelo litoral. Quem me acompanha no Instagram sabe que eu adoro o Rio Grande do Norte e por isso vou te contar nas próximas linhas o que fazer em Natal e arredores!

CONTINUE LENDO para saber como chegar, onde ficar em Natal, onde comer e o que fazer na cidade durante 4, 5, 6 ou 7 dias!

Barra do Punaú/RN.
Pôr do sol onde o rio encontra o mar!

Como chegar em Natal

Antes de te contar o que fazer em Natal, vou te mostrar no mapa onde a cidade fica e falar como chegar em Natal, combinado?!

Mapa de Natal

Repare que Natal fica próxima a outras capitais do Nordeste, como João Pessoa e Recife. Nesta última ida a cidade eu peguei um voo até João Pessoa (estava 100 reais mais barato) e de lá segui de carro até Natal (180km). Aproveitei que não conhecia a Paraíba e que a passagem estava mais barata para fazer essa parada. Assim, se você não mora no Nordeste, pode pesquisar voos para estas outras cidades também e aproveitar para conhecer mais de um destino!

Leia também:
– O que fazer em João Pessoa: 14 lugares imperdíveis para conhecer!
– O que fazer em Recife – Roteiro para explorar a cidade em 2 dias

Quantos dias ficar em Natal

O Rio Grande do Norte é um estado incrível, que oferece muitas atrações e minha sugestão é conhecer não só Natal, mas também os destinos próximos, como Pipa e São Miguel do Gostoso.

Dessa forma, sugiro ficar, no mínimo, 5 dias por lá. Contudo, nas próximas linhas, você vai perceber que o ideal mesmo é separar 7 dias inteiros para aproveitar o básico! 

[Eu já fui a Natal 5 vezes, sendo que nesta última vez fiquei 35 dias lá.]

O que fazer em Natal

Minha lista de dicas de “o que fazer em Natal” cresce a cada visita que eu faço a cidade. Nas próximas linhas você vai conferir algumas opções, mas não se engane, tem muito mais coisas para fazer por lá!

Parrachos de Maracajaú

Fui a Maracajáu para conhecer os famosos parrachos e saí apaixonada! Com certeza é um passeio imperdível que precisa estar na sua lista de o que fazer em Natal!

Planejamos um passeio de dia inteiro, que teve mergulho nas piscinas naturais e passeio de quadriciclo após o almoço! Eu escolhi a Maracajaú Diver, que é a empresa pioneira na região. Eles que começaram a investir no turismo lá, isso há 26 anos.

Parrachos de Maracajaú
A cor dessa água é sensacional!

O ponto de apoio é no restaurante Anéis de Maracajaú, que oferece uma infraestrutura muito boa. Assim que cheguei já notei os coqueiros enormes e a grama verde, dá para ver que eles investiram no paisagismo. Os banheiros são muito limpos e climatizados. Tem chuveirões no gramado para o turista tirar o sal do mar ou só mesmo se refrescar.

Na parte do restaurante, tem mesas tradicionais, mas também é possível ficar em cadeiras e colchonetes espalhados no gramado, entre os coqueiros. Deixamos para escolher o almoço após chegar do passeio, mas é possível encomendar antes. De qualquer forma, o atendimento foi eficiente e a comida não demorou pra chegar.

O embarque para o passeio é feito na praia em frente ao restaurante. Um funcionário nos ajudou a subir na lancha, guardou nossos pertences em um armário para não molhar nada e partimos para o passeio! Durante o trajeto da lancha até no barco de apoio nos parrachos prepare-se para molhar. A dica é sentar na frente da lancha se não quiser molhar tanto.

Parrachos de Maracajaú - o que fazer em Natal
Conheci esse paraíso com a Maracajaú Diver e recomendo!

Chegando no barco fomos recepcionados por outro funcionário, que explicou sobre a estrutura, como onde ficava o guarda volumes, bar, máscaras de snorkel, wi fi… tinha até lugar para carregar o celular! Achei muito moderno wifi e tomada em alto mar rs

A água do mar e os parrachos são incrivelmente lindos!

Quem preferir uma ajudinha para flutuar, eles tem um “colete” que você coloca na cintura e ele te ajuda a boiar.

O tempo que você vai ficar lá depende de você, visto que ficam lanchas disponíveis para te levar de volta para o restaurante. Quando quiser ir embora basta colocar seu nome na lista da próxima lancha. Assim, seu passeio pode durar de 50 minutos a 2 horas, aproximadamente. 

O que fazer em Natal.
Uma pausa no snorkel para foto! PS: estava usando a ‘boia” na cintura.

Deixamos para fazer o passeio de quadriciclo depois do almoço, mas se você quiser fazer pela manhã é possível. O passeio de quadriciclo começa no restaurante e sai pelas dunas e praia dos arredores. Foram 40 minutos de aventura e sensação de liberdade! Vale muito a pena!

O que fazer em Natal.
Depois do almoço um passeio de quadri para fechar bem o dia!

Praia de Ponta Negra e Morro do Careca

É a praia urbana mais famosa de Natal, onde está situado o cartão postal da cidade: o Morro do Careca.

Lá você vai encontrar várias barracas e beach clubs. Pode ir de manhã e passar o dia todo. Para ver o Careca mais de perto, faça uma caminhada até ele. Mas, lembre-se, NÃO é permitido subir no morro. Ajude a preservar o Carece e respeite! 

Morro do Careca.
Morro do Careca.

Barra do Punaú

É uma das dicas da minha lista de o que fazer em Natal e arredores que poucos turistas tem acesso! Acho que isso acontece pois outras “atrações”, como Maracajaú e Genipabu investem mais na divulgação dos seus atrativos, enquanto Barra do Punaú permanace mais fora do radar.

Eu fui conhecer esse lugar maravilhoso onde o rio encontra com o mar em um domingo. Estava eu, minha cunhada e meu irmão. Saímos de Natal e percorremos 72km (sentido litoral norte) até chegar lá.

ATENÇÃO: ao colocar no GPS o destino cuidado se usar o Google Maps, ele não reconhece muito bem Barra do Punaú e direciona para Barra do Cunhaú, que é um lugar diferente. 

Um paraíso chamado Barra do Punaú!

Pode usar como ponto de referência e base o Punaú Praia Hotel, que fica em Rio do Fogo/RN e oferece toda uma estrutura de restaurante e acomodação (se você quiser pernoitar por lá eles tem chalés para casais e famílias). Mas, se você quiser fazer apenas um bate volta a partir de Natal, igual eu fiz, poderá aproveitar a estrutura deles, pois eles oferecem um day use. Para isso, basta pagar uma taxa de acesso (R$10).

Quer saber o que fazer em Barra do Punaú? Então, minha dica é passar o dia inteiro lá e nadar no rio Punaú; andar de quadriciclo; descer de tirolesa e kamikase; dar um mergulho no mar da praia de Barra do Punaú; ver o pôr do sol nas dunas; fazer caiaque; relaxar e aproveitar o dia com a família/amigos.

Como o rio não é fundo, as pessoas que não sabem nadar ou as crianças pequenas podem aproveitar com segurança. Pra você ter uma ideia, quando eu fui a água bateu, no máximo, na minha cintura.

O que fazer em Natal.
Passeio de caiaque no rio em Barra do Punaú.

Por ser um destino ainda não muito conhecido, o lugar não estava cheio, o que é ótimo! Conseguimos aproveitar as belezas do lugar, com o devido distanciamento social. Indico o passeio para casais, grupos de amigos e famílias (inclusive as com filhos pequenos). Ahhh, eles são pet friendly, vi doguinhos por lá!

Dunas de Genipabu

As dunas de Genipabu estão situadas no litoral norte, a uns 21km de Ponta Negra.

Basicamente, existem duas formas de você conhecê-las, sendo a primeira (e mais legal) através de um passeio de buggy pelo litoral norte. Se escolher essa opção você poderá combinar com o bugueiro de te pegar no hotel ou poderá ir de carro próprio/alugado até a região de Genipabu e fechar o passeio lá.

Quando eu fui a Genipabu escolhi ir de carro e não fiz o passeio de buggy, mas quero muito voltar lá para fazer essa parte do litoral norte de buggy, que é um dos programas mais legais! Quando eu fizer, volto aqui para deixar recomendação de bugueiro. É muito importante contratar uma pessoa correta, se tiver indicação melhor ainda, visto que tem algumas pessoas que agem de má-fé e oferecem um serviço ruim para o turista.

Lagoa do Carcará

Ainda não conheço todas as lagoas de Natal e arredores, mas de todas que já visitei a do Carcará é a mais linda!

Fui lá em um domingo, estava com meu irmão. Tive uma indicação pra ficar no Bar e Restaurante do Carcará (ou Restaurante Paraíso Tropical, ele é conhecido por esses dois nomes) . O restaurante tem estacionamento, estrutura de banheiro, barracas e aluguel de caiaque para aproveitar melhor a Lagoa do Carcará.

Lagoa do Carcará
Lagoa do Carcará

Chegamos lá antes do almoço e aproveitamos para fazer o passeio de caiaque. Nós pegamos um caiaque motorizado. Ele te dá a opção de remar normal ou usar o motor. Testamos os dois e aprovamos! A água da lagoa estava uma delícia!

Para almoçar pedimos uma refeição mais leve, uma porção de iscas de peixe com macaxeira. Eu não comi o peixe, pois sou vegetariana, mas meu irmão aprovou! Eu aprovei a macaxeira! Depois do almoço rolou uma preguicinha, aí aproveitamos para deitar nas redes que tem dentro da lagoa.

Lagoa do Carcará
Caiaque motorizado na Lagoa do Carcará.

Indico o passeio da Lagoa do Carcará para casais, grupos de amigos e família com crianças. É um programa para curtir o dia todo!

Foto no letreiro de Natal

Na praia de Ponta Negra, mais perto do Morro do Careca, tem um letreiro. Ele fica em frente a Escadaria de Ponta Negra. Além dele, na praia dos Artistas tem um também.

Letreiro de Natal.
Letreiro de Natal.

Lagoa de Alcaçuz

Ela fica situada em Nísia Floresta (litoral sul), sendo que saindo de Ponta Negra você percorrerá, aproximadamente, 20km até lá. Gastei 30 minutos de carro e a estrada estava em boas condições, sendo que parte do caminho é asfaltado e outra parte estrada de terra.

Antes de ir pesquisei o que tinha pra fazer na lagoa e achei o Aqualand Lagoa Club, que é uma barraca com estrutura completa, sendo ideal para passar o dia. Entrei em contato com eles pelo Whatsapp e fui atendida pelo Vagner (proprietário), que me tirou algumas dúvidas e falou sobre como funcionava o Aqualand.

Lagoa de Alcaçuz no Rio Grande do Norte
Stand up na Lagoa de Alcaçuz.

Eles tem um esquema de day use, no qual o visitante paga R$30 e pode usar o pedalinho, os caiaques, pranchas de stand up, brinquedos infláveis que ficam na água (você precisa descer no escorregador!), relaxar nas redes que ficam dentro da lagoa, praticar algum esporte na quadra ou simplesmente esticar a canga na areia e curtir o sol ou tomar uma uma cerveja gelada na sombra da barraca. Bem democrático, né?

Recentemente, passaram a oferecer passeio de quadriciclo (pago a parte), mas eu não fiz, quando voltar lá quero fazer e aí conto pra vocês como foi!

Lagoa de Alcaçuz no Rio Grande do Norte
Fazendo caiaque na Lagoa de Alcaçuz.

Indico o lugar para famílias com filhos, sendo que os pequenos vão curtir a lagoa e os maiores os brinquedos infláveis (ahhh, inclusive os adultos se divertem MUITO!).  

Por fim, deixo aqui as formas de contato para saber mais informações: perfil do Aqualand no Instagram e Whatsapp (84 99108-5103/ 84 99111-9264).

Aqualand na Lagoa de Alcaçuz
A catapulta humana é um dos brinquedos do Aqualand. Quer ver como “funciona”? Olha o destaque Natal no Instagram!

Centro de Turismo

Outro programa bacana, principalmente se você quiser comprar artesanato, é visitar o Centro de Turismo, que faz parte do Centro Histórico de Natal. 

O imóvel onde funciona o Centro já foi abrigo para mendigos, orfanato e cadeia pública. Ao visitar o lugar repare que as lojas que vendem os artesanatos estão em celas, sendo possível ver as grades nas portas. Lá acontece, também, o tradicional Forró com o Turista, onde o viajante pode curtir a música e fazer um lanche.

Centro de Turismo de Natal.
Centro de Turismo de Natal.

Enquanto estiver ali nos arredores do Centro de Turismo você pode aproveitar para conhecer a Fortaleza dos Reis Magos. Eu fui lá na 1ª vez que visitei Natal, já faz muito tempo (2008), preciso voltar!

Lagoa de Arituba

Ela fica no município de Nisia Floresta, que está situado a 30km de Natal (sentido litoral sul). No caminho da Lagoa de Arituba você vai passar pelo Maior Cajueiro do Mundo. Se quiser conhecê-lo, pode planejar uma parada lá, antes da lagoa.

O acesso a lagoa não é difícil. Chegando lá você vai encontrar estacionamento, restaurante, banheiros, barracas e a possibilidade de alugar caiaque ou pedalinho para percorrer a Lagoa de Arituba.

O que fazer em Natal
A Lagoa de Arituba é uma das várias lagoas do estado.

Eu não passei o dia lá. Assim, não sei te dizer sobre a qualidade do atendimento e comida do restaurante. Pretendo voltar em breve para ficar mais tempo. Aí, venho aqui e te conto o que achei =) 

Ahhh, para acompanhar de perto minhas aventuras por esse mundão lindo, você pode seguir nosso perfil do Instagram

Maior Cajueiro do Mundo

Segundo o Guinness Book o Cajueiro de Pirangi é o maior do mundo! Pra você ter uma noção do tamanho dele, hoje ele tem 9.000 metros quadrados! 

O maior cajueiro do mundo
Cajueiro visto do alto. É muito grande!

Durante a visita é possível ver o cajueiro do alto (vide foto acima) e caminhar por entre os troncos e ver ele por baixo. É uma experiência diferente e bem legal ver como a natureza é surpreendente!

A visitação poder ser feita durante o ano inteiro, sendo que para entrar é preciso pagar uma taxa, quando eu fui era R$8 (abril/2022). Para mais informações, manda mensagem no Instagram do @idemarn.

Lagoa de Jacumã

Outra lagoa legal para você conhecer enquanto estiver em Natal é a Lagoa de Jacumã. Ela fica situada a, aproximadamente, 40 km do bairro de Ponta Negra.

Além da lagoa, que é bem gostosinha para nadar, você vai encontrar estrutura de restaurante, tirolesa, eskibunda e kamikase (aquele “toboágua” construído na duna).

Um programa bem bacana para quem está pesquisando o que fazer em Natal com crianças, visto que ali não tem onda ou correnteza, assim não requer tanta muita preocupação. 

Lagoa de Pitangui

Essa é a única lagoa da lista que eu ainda não conheço, mas decidi colocar aqui nas opções de o que fazer em Natal só para você saber da existência dela.

Pretendo conhecê-la na próxima vez que eu for ao Rio Grande do Norte, aí volto aqui para contar como foi!

Leia também:
– O que fazer em Pipa: 14 lugares incríveis + roteiro completo de 1, 2 ou 3 dias.
– O que fazer em Caraíva – Roteiro de 1, 2, 3 ou 4 dias

Bate volta para Pipa

Nas primeiras duas vezes que fui a Pipa fiz bate volta. Nesta última vez resolvi fazer diferente e dormi 3 dias lá. Melhor escolha! Só recomendo fazer bate volta se essa for a única forma de você conhecer Pipa, se tiver a mínima possibilidade de dormir lá, essa é minha recomendação. Ao escolher dormir em Pipa você sentirá melhor a vibe do lugar e, com certeza, vai gostar mais!

Se precisar de dica de onde ficar em Pipa, dá uma conferida no post “Onde ficar em Pipa: como foi me hospedar na Pousada Xamã“. Eu me hospedei lá e amei!

Um destino imperdível para você conhecer quando for ao Rio Grande do Norte!

Bate volta para São Miguel do Gostoso

Outro lugar que eu recomendo conhecer, mas que não aconselho o bate volta. Assim como Pipa, já tive a experiência de dormir em Gostoso e de fazer bate volta. Com certeza escolher pernoitar lá foi melhor!

Se estiver em dúvida ainda se faz bate volta ou se dorme em São Miguel do Gostoso, dá uma lida neste post “O que fazer em São Miguel do Gostoso em 1 ou 2 dias!“.

O que fazer em São Miguel do Gostoso
Pôr do sol na Praia de Tourinhos.

Consultoria de viagem

Agora você já sabe o que fazer em Natal e arredores! Viu que é muita coisa, certo?! Então, se precisar de uma ajuda especializada para montar uma trip incrível, conta comigo! Posso te auxiliar com:

  • busca de passagem aérea 
  • deslocamento em Natal e arredores (alugar ou não carro)
  • quais os melhores lugares para conhecer
  • onde comer
  • onde ficar hospedado

Tudo isso de acordo com seu orçamento e seu tipo de viagem (em família, com amigos, viajante solo etc). Me manda uma mensagem no Whatsapp e vamos bater um papo!

Onde ficar em Natal

A cidade tem uma ótima rede hoteleira e conta com opções para todos os bolsos! Da primeira vez que fui lá fiquei hospedada em um hotel na Via Costeira e das outras vezes fiquei em Ponta Negra, na casa do meu irmão.

Vogal Luxury Beach Hotel & SPA
Vogal Luxury Beach Hotel & SPA

O melhor bairro para ficar hospedado e ter fácil acesso a bares e restaurantes é, sem dúvidas, Ponta Negra. Mas, a Via Costeira, que fica próxima a Ponta Negra também oferece hoteis MUITO bons. Inclusive, é lá que está o  Vogal Luxury Beach Hotel e Spa, uma das opções mais luxuosas da cidade!

Abaixo seguem algumas sugestões:

Essas foram algumas sugestões de onde ficar em Natal, mas como eu disse a cidade tem uma oferta bem grande. Se quiser ver outras opções, clica qui.

O que fazer em Natal à noite 

Ôxe Bar

Bares, restaurantes e opções do que fazer à noite em Natal não faltam! Tem muita coisa interessante, mas tem alguns lugares fisga turistas também. Por isso, eu gosto sempre de indicar os lugares que eu fui e gostei!

O Ôxe Bar é uma das minhas indicações para quem quiser curtir um happy hour em Natal. Antes de ir conhecer, já havia passado umas 4 ou 5 vezes em frente a ele e sempre via um movimento legal de pessoas e escutava música boa tocando, sendo que foi isso que me despertou vontande de ir lá!

O que fazer à noite em Natal
Happy hour no Ôxe Bar!

Eu fui com meu irmão, minha cunhada e alguns amigos deles. Nós pedimos uma porção de macaxeira frita e uma porção de dadão de tapioca com carne seca, muito boas! Para beber escolhi o drink Ôxe e a caip de cajá, que é uma fruta do Nordeste. Ahh, além dos petiscos, eles tem pratos principais também, sendo uma boa para quem estiver com mais fome!

O bar tem um ambiente descontraído, decoração diferente e funcionários atenciosos! Ele possui mesas na parte de dentro e, também, num ambiente externo, voltado pra rua. Nós ficamos nesse ambiente externo para curtir melhor a música ao vivo.

o que fazer em Natal
Dadão de tapioca com carne seca.

Fica aí então minha sugestão de o que fazer à noite em Natal! 

Localização:  Avenida Praia de Ponta Negra, 8988, no bairro de Ponta Negra.
Formas de contato: @oxebar_

Onde comer em Natal

Icebode

A Icebode é uma sorveteria que fica localizada no bairro de Ponta Negra, mas que te leva para conhecer os sabores do norte do Brasil. A ideia é trazer sabores exóticos da Amazônia para Natal. Lá encontrei mais de 30 sabores, dentre opções exóticas e tradicionais.

Quer sugestão de onde comer em Natal? IceBode é uma boa pedida!

Eu experimentei alguns sabores que nem sabia que eram fruta, como o bacuri. Além dele, provei o de milho verde (tem realmente um gosto de milho), queijo do reino, ice bode, taperebá, brigadeiro, flocos, ovomaltine e sonho de valsa. Gostei bastante do de milho verde, taperebá (que é o cajá) e flocos (meu sabor favorito desde criança).

Outros sabores que achei beeeeem diferentes, mas não experimentei no dia que conheci a sorveteria: carimbó (sorvete castanha do Pará, geleia de cupuaçu e biscoito champanhe); icebode (queijo do reino com geleia de cupuaçu), bacuri. Ahh, os de queijo são exclusivos, você não encontra em outro lugar.

Destaco que os sorvetes são artesanais e encorpados. O de sonho de valsa, por exemplo, possui pedaços do bombom. Os de fruta são tão naturais que é possível sentir a fibra da fruta. O açaí não tem misturas como guaraná, somente o fruto com a base do sorvete. Inclusive, os de açaí e coco diet ( não tem glúten, lactose ou açúcar).

Vale muito a pena para quem quiser provar sabores do Norte do país sem ter que sair de Natal!

o que fazer em Natal
Esse aí é o sorvete de taperebá.

Partiu conhecer a IceBode? Ela fica no bairro de Ponta Negra. O endereço é Avenida Praia de Ponta Negra, 8980 (na rua do Oxê Bar e ao lado do estacionamento do restaurante Pinga Fogo). O horário de funcionamento é das 13h às 22h, sendo que não abre as terças-feiras.

Se você quiser ver mais fotos das delícias que tem por lá, confere o Intagram deles: @icebodenatal

Sorveteria Real de 14

Outra dica bacana de onde comer em Natal é a Real de 14, que fabrica sorvetes e casquinhas maravilhosos, inclusive opções veganas e sem açúcar! 

Quando eu fui lá, provei diversos sabores, uns mais tradicionais, como o de brownie e outros super diferentes, como o de maracujá com manjericão.

Eu escolhi comer uma casquinha (super crocante) com 3 sabores e algumas castanhas por cima. Nesse caso, a Raiane (funcionária que me atendeu) pesou tudo na balança. Se eu quisesse poderia ter colocado cobertura e confeitos, mas preferi não pois queria sentir o sabor do sorvete. A combinação do morango (vegano e sem açúcar) + brownie + limonada de capim santo (vegano) ficou incrível! 

Sorveteria Real de 14 em Natal
Casquinha e sorvetes artesanais | Onde comer em Natal

Depois experimentei o abacaxi split, que é uma versão diferente e muito deliciosa da banana split. Era possível escolher 3 bolas de sorvete e eu selecionei banana real (que tem doce de leite), chocolate belga e chocomenta. Ficou surpreendente a combinação dos sabores com o azedinho do abacaxi. 

Ah, sobre os sabores veganos ou sem açúcar, não é só uma opção não, tá?! Tem vários! Se você tiver intolerância a lactose vai achar que entrou no paraíso rs

Por fim, anota aí o endereço da loja de Natal. Ela fica situada na principal avenida de Ponta Negra, a Engenheiro Roberto Freire, nº 3916. Ela abre todos os dias (domingo a domingo), das 13h às 22h. Confere o Instagram deles para ver mais detalhes: @sorveteriarealde14

Sorveteria Real de 14
Abacaxi split, uma delícia!

Camarões

É uma rede de restaurantes muito famosa. Eles tem várias unidades em Ponta Negra, já fui em duas delas. O atendimento é muito bom, assim como a comida saborosa. O carro chefe é o camarão, claro. Eu não como, mas já fui com familiares e amigos e eles aprovaram.

Dessa última vez que estive em Natal fui lá novamente, só que eu sou vegetariana agora e achei apenas duas opções lá voltadas pra mim, sendo que escolhi o risoto vegano. Aqui, deixo uma sugestão: colocar mais uns dois ou três pratos vegetarianos no cardápio.

Leia também:
– Quanto custa viajar para os Lençóis Maranhenses: tabela de gastos de 3 dias
– Lençóis Maranhenses: o que fazer, quando ir, como chegar e onde ficar

Conclusão – O que fazer em Natal

Agora você entendeu porquê eu disse para separar 7 dias para curtir Natal e arredores? Se tiver mais dias, melhor ainda, pois vai conhecer mais lugares! Mas, se tiver só 7, você pode deixar 5 dias para Natal e 2 para Pipa ou São Miguel do Gostoso, combinado?!

Prontinho! Agora você já sabe o que fazer em Natal e arredores! Quais lugares ficou com vontade de colocar no seu roteiro? Se ainda estiver com dúvidas, nós temos um serviço de consultoria e roteiros personalizados, manda uma mensagem para saber como funciona!

Beijos e até a próxima aventura!!


Compartilhe este post

19 comentários em “O que fazer em Natal e arredores: roteiro para 4, 5, 6 ou 7 dias!”

    • Ei Edson!
      Que bom que consegui te ajudar!
      Depois que for me conta se gostou! Fica de olho no meu Instagram, vou voltar a Natal ano que vem, antes de junho…

      Responder
  1. Excelente Lidiane seu trabalho!!!
    Estava na dúvida entre Pipa e Sao Miguel do Gostoso, pensei que daria pra fazer os dois.
    Tenho 7 dias em Natal. Agora Vou tentar optar por 1 dos dois pra conhecer bem.

    Responder
    • Que bom que te ajudei! =)
      Independente de qual deles decidir conhecer, acertará na escolha. São dois destinos excelentes!
      Se precisar de ajuda na escolha da acomodação, me fala. Posso te indicar algumas!

      Responder
  2. Me sinto grata por esse roteiro que vc postou da minha terra Natal, agora eu vou deixar uma dica para quem quer continuar conhecendo pontos turísticos do RN, sou de uma cidade turística situada no interior do RN, chamada” Serra de São Bento.”.. temos pousadas estilo Olandesas, trilhas, Pedra da boca, Pedra do Sapo, inclusive tem vários vídeos no YouTube com os títulos,” conheçam Serra de São Bento “, é muito legal, tem mirantes espalhados pelo município cada paisagem mais linda q outra! Inclusive uma reportagem do apresentador Zeca Camargo apresentando um pequeno pedacinho da região.
    Enfim…espero que alguém se interesse e vá conferir…é só mais uma dica para quem quiser explorar o RN ♥️

    Responder
  3. Amei a sua sugestão de o que fazer em Natal e arredores. São tantas opções incríveis que é até difícil saber o que é mais legal. A combinação de praia, passeios de aventura e comida boa com certeza faz uma viagem muito legal!

    Responder
    • Pois é, aqui tem muita coisa legal pra fazer! As vezes, os viajantes pensam que é só praia, mas tem muito mais! Tem restaurantes mara, tem barzinhos, lagoas…

      Responder
  4. Faz tanto tempo que estivemos em Natal que já está na hora de voltar. E esse roteiro do que fazer em Natal e arredores tá super completo, vai ser super útil. Obrigada.

    Responder
    • Tem sempre alguma novidade por aqui! Voltem sim!
      Se precisar de outras dicas, é só me chamar no Instagram =)

      Responder
  5. Amei esse post e coloquei na barra de favoritos. Já estive em Natal 3 vezes mas pretendo voltar e incluirei várias dicas suas na viagem. Adoro lugares como Barra do Punaú: lindos e tranquilos. Visitei algumas lagoas mas não lembro mais o nome. Camarões é o restaurante que não pode faltar em uma viagem a Natal. Excelentes dicas.

    Responder
    • Lilian, Barra do Punaú é um dos lugares que eu mais gostei de conhecer! As lagoas curto bastante também, as águas são mais calminhas, muito bom pra relaxar…

      Se precisar de mais dicas, dá uma olhada no destaque “Natal” lá no Instagram =)

      Responder
  6. Tava mesmo precisando deste roteiro, to planejando minha ida a Natal. Adorei as dicas do que fazer, vou usar seu roteiro com certeza. Obrigada por compartilhar!

    Responder
    • Suriàn, se puder separe, no mínimo, 7 dias para aproveitar Natal e arredores! Tenho certeza que você vai amar conhecer o RN!

      Responder
  7. Natal é um destino bem popular entre os portugueses, mas não fazia ideia que tinha tantas opções de programas. Adorei a sua visita à Lagoa do Carcará, que delícia aquela rede na água.

    Responder
    • Ei Ruthia!
      Pois é, Natal é bem popular entre os europeus, principalmente portugueses, espanhóis e italianos. Poder deitar numa rede na lagoa e relaxar é muito bom, eu adoro!

      Responder

Deixe um comentário