O que fazer em Pipa: 14 lugares incríveis + roteiro completo de 1, 2 ou 3 dias.

Compartilhe este post

Pipa é um dos lugares mais lindos do Rio Grande do Norte e a decisão de conhecê-la você já tomou, certo?! Agora deve estar em dúvida sobre o que fazer em Pipa. Para te ajudar, nas próximas linhas eu vou te contar 14 lugares incríveis que você precisa conhecer e ainda te dar dicas de como chegar lá, de onde ficar e te falar se vale a pena fazer bate volta!

Antes de começar a falar o que fazer em Pipa, queria te dizer que eu já fui lá 3 vezes, sendo que nas duas primeiras fiz bate volta saindo de Natal. Nesta última, resolvi dormir 3 noites lá e adorei!

Praia - O que fazer em Pipa
O que fazer em Pipa? Se maravilhar com essas paisagens!

Como chegar em Pipa

Pipa é um bairro do município de Tibau do Sul, sendo que a cidade está localizada a 80km de Natal. Para chegar lá você vai precisar pegar a BR-101, sentido norte.

Quando o assunto é como chegar em Pipa, o viajante terá algumas opções, como: carro próprio/alugado, transfer/traslado ou ônibus. Eu escolhi ir com o pessoal da Anauê e recomendo!

A Anauê é uma empresa que oferece diversos serviços, como transfer ida e volta para o aeroporto, passeios para Pipa, Barra do Cunhaú, Barra do Punaú, Jenipabu etc Na minha ida para Pipa eu participei de um destes passeios, fui conhecer a Lagoa de Guaraíras (vou contar mais ali embaixo).

Quem quiser entrar em contato com eles para saber valores, datas e como funciona pode mandar mensagem no Whatsapp ou entrar no site oficial.

Leia também:
– Como montar um roteiro de viagem completo [passo a passo]
– 20 lugares para lua de mel no Brasil: do econômico ao luxuoso!

O que fazer em Pipa

Prontxs para ver minhas sugestões do que fazer em Pipa?! Já vou dar um spoiler aqui e te contar que para fazer tudo que eu vou sugerir você vai precisar de mais de um dia lá…

Passeio de quadriciclo

Com toda certeza um passeio que eu amei e é um must do

Escolhi a Pipa Passeios para me levar e quem foi me guiando foi o Aldenor (guia e fótogrado rs). Eles tem vários tours e eu optei pelo que ia até Barra de Cunhaú, pois ainda não conhecia lá.

Passeio de quadriciclo em Pipa
Já coloca na lista de “o que fazer em Pipa” essa experiência com a Pipa Passeios! Foto tirada no Chapadão.

Nossa primeira parada foi no Chapadão, onde eu consegui tirar fotos lindas (com a ajuda do Aldenor, claro)! Depois, seguimos e fomos parando em vários pontos, foi “uau” atrás de “que lugar abençoado” e “como nosso Brasil é maravilhoso” rs

Nos arredores de Sibaúma, paramos onde era possível ver tartarugas no mar. Em Barra do Cunhaú, destino final, teve parada para banho, uso do banheiro, hidratação… enfim, tempinho livre para fazer o que quiser.

No total, o meu passeio durou 3 horas e 30 minutos. Se você quiser um tour mais curto é possível, se quiser um mais longo é possível também. Basta conversar com o pessoal da @pipapasseios e falar o que você deseja. Os valores vão depender da rota escolhida.

Ahhh, caso não queira fazer o passeio de quadri, eles tem um de jipe que pareceu bem interessante (eu não fiz, pois não tive tempo, mas quero testar quando voltar a Pipa). 

O que fazer em Pipa
Essa foto foi tirada entre Sibaúma e Barra do Cunhaú.

Fica aí então minha recomendação de passeio e empresa! =)

Arvorismo e tirolesa

Outra experiência que tive em Pipa e achei demais foi fazer arvorismo e tirolesa com o pessoal da Pipa Aventura! Sabe aquela sensação de conexão com a natureza? De liberdade misturada com adrenalina? Pois então, foi isso que senti!

O que fazer em Pipa
Pronta para descer na tirolesa!!

O passeio começou com uma caminhada leve de, mais ou menos, 1km dentro da Mata Atlântica. O trajeto é bonito e sombreado, bem tranquilo, mesmo para quem não está acostumado a fazer trilha. Assim, não precisa ter condicionamento físico de atleta, mas aconselho ir com um tênis de caminhada/corrida. Ahhh, crianças também podem participar, basta ter mais de 1,20 de altura. 

Durante a experiência estavam comigo mais duas pessoas (fora o guia) e a gente passou por 11 plataformas, sendo que já começamos no alto com 3 metros e terminamos descendo uma tirolesa de 300 metros de comprimento a 30 metros de altura!

A princípio pode parecer super fácil, mas não é tãããão fácil assim não. Deu pra sentir aquela sensação gostosa de desafio! Várias vezes achei que meu pé ia escorregar rs

No final tinha a experiência mais esperada por mim, a tirolesa! Descer 300 metros em meio ao visual de Pipa é lindo demais! Fiz vídeos e deixei salvos no destaque “Pipa”, lá no nosso Instagram, dá uma conferida!

Arvorismo com a Pipa Aventura
Um dos circuitos do arvorismo.

Então, se você quiser curtir um programa diferente em Pipa, já anota essa dica do arvorismo e tirolesa! Eu fiz, aprovei e recomendo! Abaixo deixo o contato deles para saber mais informações sobre o passeio e outros serviços.

Santuário Ecológico de Pipa

Visitar o Santuário Ecológico de Pipa não é um dos programas mais populares, mas ele deve entrar na sua lista de “o que fazer em Pipa”! Por quê? Vou te mostrar os motivos através de um vídeo que eu fiz quando fui lá! Ahh, no vídeo tem, também, informações sobre como visitar o Santuário (horário de funcionamento, preço, trilhas).

Indico o passeio para pessoas que estão viajando sozinhas, em dupla ou grupo. Inclusive, as trilhas são tranquilas e podem ser feitas com crianças. Por lá você não vai encontrar subidas e descidas, nem grandes obstáculos, sendo uma caminhada fácil com uma vista maravilhosa! 

Santuário Ecológico de Pipa
Mapa do Santuário Ecológico de Pipa.

Praia do Amor

É a praia mais famosa de Pipa! Antigamente, ela era conhecida como praia dos Afogados, mas esse nome não era muito inspirador, por isso trocaram para praia do Amor rs

Ela tem estrutura de barracas e banheiro, sendo ótima para passar o dia. É possível acessá-la por mais de um ponto (eu desci passando por dentro do restaurante Amô e, também, por onde tem a famosa placa da praia, via Rua Praia do Amor), sendo necessário descer uma escadaria para chegar na areia.

Obs: se você estiver de carro, existe estacionamento próximo aos dois acessos.

Praia do Amor em Pipa
Foto na plaquinha da Praia do Amor = check. Obs: logo atrás tem a escadaria que dá acesso a praia.

Geralmente, a praia é frequentada por uma galera mais jovem, que está viajando com amigos. Assim, se você estiver procurando calmaria, talvez lá não seja o lugar mais indicado.

Baía dos Golfinhos

A praia possui uma faixa de areia bem larga, o que proporciona espaço para praticar frescobol ou futvolei. Possui estrutura de barracas (cadeira, guarda sol, bebidas e petiscos), mas não tem banheiro.

Lá é possível avistar golfinhos, sendo que existem passeios de barco que te levam mais perto deles. Porém, se a grana estiver curta veja da praia mesmo. Das vezes que fui a Pipa não fiquei na Baía dos Golfinhos procurando por eles, por isso não vi nenhum. Mas, não é lenda, eles aparecem por lá mesmo, sei de vários turistas que viram.

Antes de ir verifique a tábua de marés, pois existem 3 formas de acessar a Baía: de barco ou a pé vindo da praia do Madeiro ou da praia do Centro.

Baía do Golfinhos
Falésias (mais perto) e lá na frente está a Baía do Golfinhos.

Praia do Madeiro

A praia do Madeiro fica mais afastada do centrinho. Ela possui estrutura de barraca e banheiro e eu achei ela bem tranquila, com pouco movimento (fui dia de semana, mas no mês de julho).

Eu cheguei até ela descendo a escadaria do Santuário Ecológico (o acesso fica próximo ao museu), mas existem outros meios, como barco ou caminhada desde a praia do Centro (verifique a tábua de marés antes de ir).

Minha sugestão é visitar o Santuário Ecológico primeiro e depois descer para curtir o dia na praia do Madeiro. Mais para o final do dia você pode caminhar até a praia do Centro, passando pela Baía dos Golfinhos.

Praia do Madeiro
Praia do Madeiro

Andar pelo centrinho

O centrinho de Pipa fica bastante movimentado no final do dia, após o pôr do sol. Geralmente, os visitantes preferem curtir a praia e os passeios durante o dia e à noite sair para comer e comprar lembrancinhas nas ruazinhas centrais.

Por lá você vai encontrar restaurantes, barzinhos, comércio variado e mercados. É possível pagar R$24 em uma caipirinha ou R$13 em duas, basta pesquisar!

Lagoa de Guaraíras

É lá que acontece o encontro do rio com o mar, sendo também o lugar que tem o pôr do sol mais famoso de Tibau do Sul.

Como falei para vocês no início do post, eu cheguei a Pipa junto com o pessoal da Anauê e antes de ir para minha pousada fiz um passeio de lancha pela lagoa. Saímos da praia e fomos até o manguezal, observamos a natureza e de lá fizemos uma parada para banho e fotos em um “bar” que fica em um banco de areia no meio do rio. 

Lagoa de Guaraíras
Lagoa de Guaraíras.

Foi uma experiência diferente! Da próxima vez quero voltar para ver o pôr do sol!

Chapadão

Um dos cartões-postais de Pipa, sendo lugar para contemplação!

Para chegar ao Chapadão o acesso é fácil e você poderá ir a pé, de carro ou de quadriciclo.

Barra do Cunhaú

Lá o rio Curimataú desemboca no mar, as águas são tranquilas e a faixa de areia é larga. Se você pratica kite surf ou quer começar a praticar, a Barra do Cunhaú é o lugar que você precisa estar na sua lista de “o que fazer em Pipa”!

Eu conheci o lugar quando fiz o passeio de quadriciclo e gostei bastante! Lá tinha estrutura de barraca, banheiro e achei muito interessante para quem está viajando em família.

Tirar uma foto na rua da Grécia

O centrinho de Pipa tem uma “rua” conhecida como Grécia. Na verdade, ela chama Vila Manguezal, mas começou a ser conhecida como rua da Grécia por causa da sua estrutura.

Vila Manguezal em Pipa

Ao passar por lá, pare e tire uma foto (mas, já vou avisar que, às vezes, tem fila). Fiquei umas duas horas sentada em um barzinho que tem logo no início dela e notei que o fluxo de pessoas é intenso, porém rápido, sendo que teve um ou outro momento que não tinha ninguém por lá.

Obs: outra ruazinha bonitinha para tirar fotos é a Rua do Céu, que fica nas proximidades da Grécia.

Sibaúma

Sibaúma é um vilarejo pouco conhecido, mas que está começando a atrair turistas, principalmente aqueles que querem um lugar mais tranquilo e menos turístico para curtir o dia. Lá é outro destino que o viajante vai poder desfrutar de águas doces e salgadas, pois também acontece o encontro do rio Catú com o mar.

Eu passei por Sibaúma quando estava fazendo o passeio de quadri. Foi lá que conseguir avistar tartarugas no mar, lindo! Não posso avaliar a estrutura do lugar pois não fiquei lá, mas espero voltar em breve!

Praia do Giz

É uma praia mais afastada do centrinho de Pipa, estando próxima a Lagoa dos Guaraíras. Infelizmente não tive tempo de ir até a praia do Giz, mas quis colocar aqui pois já ouvi que lá é bacana. Quero conhecer quando voltar a Pipa!

Relaxar e aproveitar sem hora marcada

Para finalizar minhas sugestões de o que fazer em Pipa, digo que o melhor de lá é relaxar e aproveitar sem pressa. Curta a vibe, sinta a tranquilidade, observe a natureza, conheça pessoas diferentes… Pipa é um destino que acolhe, que te deixa com saudades antes mesmo de ir embora!

Santuário Ecológico de Pipa
Vista de um dos mirantes do Santuário Ecológico de Pipa.

Prós e contras de fazer bate volta

Para ser bem sincera, não acho que seja vantagem fazer bate volta até Pipa, exceto se for uma situação em que seja impossível você dormir lá. Por exemplo, é seu último dia em Natal e seu voo vai sair de madrugada ou super cedo no outro dia. Neste caso, é melhor fazer um bate volta do que não conhecer Pipa.

Ao dormir em Pipa você vai ter a chance de vivenciar a experiência por completo, vai poder ver como é a noite de lá (já adianto que é muito boa!).

Onde ficar em Pipa

Eu fiquei hospedada na Pousada Xamã e ela é minha recomendação de onde ficar em Pipa!

A pousada fica super bem localizada, sendo possível ir a pé até o Chapadão e Praia do Amor. A estrutura é excelente, sendo que o hóspede tem acesso a piscina, sauna, salão de jogos e academia. Os quartos são espaçosos e muito confortáveis, o que eu fiquei tinha até banheira de hidromassagem na varanda! Ahhh, e o atendimento da Xamã é nota 1000, muito carinho envolvido!

Adorei os 3 dias que fiquei lá! Se você quiser saber mais detalhes da minha experiência, dá uma olhadinha no post “Como foi me hospedar na Pousada Xamã”, conto tudo e ainda te mostro mais fotos! 

Quarto que eu fiquei hospedada na Pousada Xamã.
Quarto que eu fiquei hospedada na Pousada Xamã.

Leia também:
O que fazer em Natal e arredores: roteiro para 4, 5, 6 ou 7 dias!
O que fazer em São Miguel do Gostoso em 1 ou 2 dias!

Conclusão – o que fazer em Pipa

Prontinho! Conseguiu notar que tem atividades para você fazer em 1, 2 ou 3 dias? Gostou da minha lista de sugestões de “o que fazer em Pipa”? Se tiver alguma dúvida ou sugestão deixa aí nos comentários, vai ser um prazer trocar uma ideia com você! Ahhh, quem estiver programando viagem para o Rio Grande do Norte e precisar de ajuda para montar um roteiro bem legal, com o melhor do estado, me manda mensagem no Instagram, eu posso te ajudar!

Beijos e até mais!!


Compartilhe este post

Deixe um comentário