O que fazer no bairro da Liberdade em SP: dicas de passeios e restaurantes

O estado de SP concentra grande parte da comunidade japonesa que vive no Brasil. Lá você poderá viver a cultura oriental, desde lojas a restaurantes. No post de hoje vou te contar o que fazer no bairro da Liberdade em SP.

O Bairro da Liberdade é famoso por ser o lugar, fora do Japão, que concentra a maior quantidade de japoneses. Eu tive a oportunidade de passear pelo bairro junto com a Patrícia (do Blog Bagagem de Memórias), que durante o Japão.BR organizou um walking tour super bacana por lá!

Portal japonês, bairro da Liberdade.
Portal japonês, bairro da Liberdade.

# Como chegar no bairro da Liberdade

Você pode utilizar o metrô. É só descer na estação da Liberdade (que fica bem no coração do bairro) ou na São Joaquim (que fica mais próxima do Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil).

VOCÊ SABIA que o primeiro navio com imigrantes japoneses chegou no Brasil em junho de 1908? A viagem durava em média 60 dias e, após esse longo período em alto mar, eles chegavam em um país cuja língua era diferente, os costumes, a comida… praticamente tudo!

# O que fazer no bairro da Liberdade em SP

Só caminhar pelas ruas da Liberdade já é um bom programa, pois o bairro é bem diferente do que estamos acostumados. Até os semáforos de pedestres são “orientais” e os postes com as lanternas vermelhas são muito legais rs.

Bairro da Liberdade.
Bairro da Liberdade.

Praça da Liberdade

Atualmente, a praça não tem nada demais, mas pode ser usada como ponto de partida para seu passeio pelo bairro. Antigamente, chamava-se Largo da Forca, pois lá de fato aconteciam enforcamentos.

Quando tem alguns eventos no bairro, a praça geralmente abriga os palcos dos mesmos. O Festival do Ano Novo Chinês é um dos grandes eventos e acontece entre janeiro e fevereiro (não tem data fixa).

Aos sábados e domingos tem feirinha na Liberdade. A feira começa a partir das 09h, se você não gosta de muvuca é melhor ir cedo. Na feira você vai encontrar artesanato, roupas e comidas típicas!

Igreja Santa Cruz das Almas dos Enforcados

Você pode começar seu passeio por essa igreja, que foi construída em 1887. Seu interior é bem bonito e vale uma visita. Entrada gratuita.

Igreja Santa Cruz das Almas dos Enforcados
Igreja Santa Cruz das Almas dos Enforcados

Capela dos Aflitos

É uma capelinha bem simples, que fica em uma rua sem saída. Para chegar lá basta caminhar saindo da praça (sentido o portal da rua Galvão Bueno) e descer a primeira rua à esquerda e depois virar a primeira à direita.

Jardim Oriental

Um bom lugar para descansar após curtir o movimento da feirinha ou após bater perna pelo bairro. Ele fica na Rua Galvão Bueno, bem próximo ao portal.

Jardim Oriental
Jardim Oriental

Portal japonês (torii)

O portal é ligado à religião xintoísta, geralmente ficando próximo a entrada de algum templo sagrado. Em japonês, torii significa morada de pássaros, sendo o portal usado como poleiro.

Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil

Quer saber mais sobre a história da imigração japonesa? Então você tem que conhecer esse museu! Eu fiz uma visita guiada e adorei. A estrutura do lugar é muito boa, tudo bem cuidado e organizado.

Ele se localiza na Rua São Joaquim, nº 381. Funciona de terça a domingo, das 13:30 às 17h. NÃO abre as segundas. A entrada custa R$16, sendo que crianças menores de 5 anos não pagam.

Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil
Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil

Largo  da Pólvora

Outro lugar ótimo para relaxar, sendo um segundo jardim oriental. Ele possui um lago, banquinhos e é mais “verde” que o Jardim Oriental da Rua Galvão Bueno.

Largo  da Pólvora
Largo  da Pólvora.

Fazer compras no bairro da Liberdade

Além de andar pelo bairro, de comer uma boa comida oriental e absorver toda história e cultura que o bairro tem, você também pode fazer umas comprinhas.

Dois artigos que eu achei super interessante e que são muito populares foram o Daruma (lê-se darumá) e o gatinho da sorte. Caso você queira presentear alguém, são ótimas opções! =)

O daruma é um boneco que representa o Bodhidharma, que foi o monge fundador do Zen Budismo. O daruma é considerado pelos japoneses um símbolo de boa sorte. Segundo a lenda, você deve pintar um dos olhos do boneco, fazer um pedido e só quando este se realizar é que você pintará o outro olho.

O gato da sorte ou Maneki Neko é um talismã muito especial pois atrai prosperidade, sorte e proteção.  Trata-se de um gato sentado com a pata levantada, dependendo a pata pode ficar mexendo para frente e para trás. Muitos estabelecimentos comerciais tem um desses na vitrine ou perto do caixa, repare. Tudo isso para atrair sorte nos negócios.

Daruma e gato da sorte.
Daruma e gato da sorte.

# Onde comer no bairro da Liberdade

Ir à Liberdade e não comer comida oriental é um desperdício! Para não perder tempo você pode ir direto para a Rua Tomaz Gonzaga, pois lá tem várias opções de bons restaurantes japoneses. Segue abaixo algumas opções da rua:

  • Restaurante Komei
  • Espaço Kazu
  • Porque Sim
Pra do Restaurante Komei no bairro da Liberdade
Pra do Restaurante Komei no bairro da Liberdade

Para conferir o meu relato completo sobre onde comer comida japonesa dá uma conferida no post “Onde comer comida japonesa em SP: 5 sugestões boas e baratas”.

Aqui no blog temos outros posts sobre São Paulo, como o “Quanto custa viajar para São Paulo: tabela de gastos em 3 dias“, no qual falo sobre gastos com passeios, acomodação e o post “Os 8 museus mais legais de SP com entrada gratuita!”.

Por hoje é isso! Qualquer dúvida ou dica sobre o que fazer no bairro da Liberdade em SP é só deixar nos comentários! Ahh, não esquece de seguir a gente no Facebook e Instagram, seu apoio é super importante!

Beijos e até mais!

 

Japão.BR
Apoiadores do Japão.BR

Deixe um comentário