O que fazer no Zimbábue – Dicas e informações gerais

Viajar para o Zimbábue não é comum entre brasileiros. Isso pode se dar talvez por conta da dificuldade de encontrar informações sobre o país, talvez por preconceito por achar que lá só tem pobreza. No post de hoje vou te falar o que fazer no Zimbábue + dicas sobre visto, moeda, seguro viagem, dentre outros.

Victoria Falls, Zimbábue.
Victoria Falls, Zimbábue.

Eu estava planejando uma viagem para a África do Sul e “descobri” que o Zim (apelido carinhoso do Zimbábue) é vizinho dela, aí aproveitei e incluí-o na minha viagem, reservei 5 dias para explorar a região de Victoria Falls. Como disse ali em cima, é muito difícil um brasileiro sair daqui especialmente para visitar o Zimbábue, diferentemente de europeus ou norte americanos.

CONTINUE LENDO para saber mais sobre visto, moeda, religião, segurança, malária, o que fazer no Zimbábue.

# Localização

O Zimbábue fica localizado ao sul do continente Africano e faz fronteira com Moçambique, África do Sul, Botsuana e Zâmbia. A sua capital é Harare. É um país relativamente novo, pois somente teve a sua independência reconhecida em 1980, apesar de ter sido declarada em 1965.

Mapa - Zimbábue
Mapa – Zimbábue

# Moeda

Em 2007 e nos anos seguintes o país passou por uma grave crise econômica e só agora começou a se recuperar. A inflação no país chegou a 98% ao dia, ou seja, o preço dos produtos praticamente dobrava de um dia para o outro (aqui no Brasil nosso recorde foi por volta de 80% ao mês). Por causa da crise o Zimbábue não possui uma moeda oficial.

Além do dólar americano, são aceitos o euro, a libra, o rand e a pula. Casas de câmbio e caixas 24hrs (ATM’s) não são comuns, principalmente em cidades menores, mesmo sendo turísticas (como Victoria Falls). Já os cartões de crédito são aceitos em grandes estabelecimentos. Na minha opinião, o ideal é levar dinheiro em espécie.

Li vários relatos em Blogs falando que a moeda oficial é o dólar americano, mas não é. O dólar zimbabueano ainda está em circulação, principalmente fora dos lugares turísticos. Porém, pelo que eu entendi só a população do país pode usá-lo. Neste caso, você não poderá trocar seus dólares americanos por zimbabueanos.

Se você for ao mercado e ver um preço alto, não se assuste, pois muito provavelmente ele está em dólar zimbabueano, aí no caixa a funcionária converterá para dólar americano (ela divide o valor por 3 +-), porém o troco será dado em dólar zimbabueano. Não se preocupe, pois é possível repassar quantidades pequenas comprando um souvenir ou uma água no mercado.

DICA: nos mercados pague com notas pequenas (menores que 10 USD) para evitar o troco na moeda deles.

Supermercado em Victoria Falls | O que fazer no Zimbábue
Supermercado em Victoria Falls | O que fazer no Zimbábue

# Visto

Brasileiros precisam de visto para entrar no Zimbábue. É possível obter o visto de turista pela internet ou na chegada. São ofertados 4 tipos de visto para turistas, são eles:

Checklist: O que levar na bagagem de viagem

Para não esquecer de levar os itens essenciais em sua viagem, baixe gratuitamente o Checklist: O que levar na bagagem de viagem

  • Entrada única (permite entrar no país uma vez e custa 35 dólares americanos);
  • Entrada dupla (permite duas entradas no país e custa 45 USD);
  • Múltiplas entradas (custa 55 USD, permite várias entradas e necessita de uma carta de intenções também);
  • KAZA univisa (visto único para Zimbábue e Zâmbia, que permite bate volta sem pernoite até a Botsuana e custa 50 USD).

O KAZA é a melhor opção para quem vai visitar a Zâmbia também ou para quem pretende fazer um bate volta para conhecer o Chobe, na Botsuana. Porém, esse visto nem é citado no site oficial da imigração do Zimbábue ou no site do Itamaraty, assim ao chegar no país pergunte se ele está disponível.

Eu optei por fazer o visto na chegada, por achar menos complicado e mais viável financeiramente. Entrei no país pelo Aeroporto de Victoria Falls e lá me apliquei para o KAZA Univisa, pois após o Zimbábue ia visitar a Zâmbia.

Mais detalhes no site oficial clicando aqui.

Chobe National Park | O que fazer no Zimbábue
Chobe National Park | O que fazer no Zimbábue

# Idioma

O país possui 16 línguas oficiais, sendo o inglês uma delas. Visitei supermercados na cidade de Victoria Falls que não são lugares turísticos e as placas estavam escritas em inglês. A população falava inglês, que inclusive é matéria obrigatória na escola, porém entre si se comunicava em outras línguas.

As outras línguas oficiais são: tonga, nianja (cheua), tsonga, bárue, kalanga, coissã, nambya, ndau, ndebele, xona, tsuana, venda, xhosa, soto e a língua de sinais.

# O que fazer no Zimbábue

Ao contrário do que muita gente pensa, o país não se resume às Cataratas. Tem vários lugares bacanas para conhecer! A partir de agora você confere o que fazer no Zimbábue.

Victoria Falls | O que fazer no Zimbábue

As cataratas são a estrela do país! E, olha, não é para menos, são lindas! Eu escolhi ver o sol nascer lá e foi bem legal. Mas se você não for do tipo que gosta de acordar cedo, pode ir mais tarde. Dizem que o melhor horário para ver os arco-íris é por volta das 14h.

Para explorar tudo com calma, você pode separar umas 3 horas, mas com 2h dá para ver tudo. Eu fiquei das 06 às 10h rs Para entrar no parque é preciso pagar uma taxa de 30 dólares americanos. É um pouco caro, mas vale a pena!

Em breve vou publicar um post específico sobre minha visita, fica de olho.

Victoria Falls - nascer do sol.
Victoria Falls – nascer do sol.

Zambezi National Park | O que fazer no Zimbábue

Fica nos arredores de Victoria Falls, sendo possível ver elefantes, búfalos, zebras, girafas, muitos pássaros, javalis. A varanda do meu quarto no Victoria Falls Safari Club dava de frente para o parque e pude ver alguns destes animais lá.

Harare | O que fazer no Zimbábue

É a capital e cidade mais populosa do país.

Bate volta Chobe National Park (Botsuana) | O que fazer no Zimbábue

Fazer um safari no Chobe é um programa imperdível para quem vai visitar Victoria Falls. Eu fiz safari no Kruger, na África do Sul, e achei o do Chobe bem diferente. Pela manhã fiz um safari no barco e na parte da tarde no carro. Vi vááários elefantes, búfalos, hipopótamos, girafas, zebras, kudus…

Fiz o passeio com o Sisa da Excellence Trails Safaris e adorei. O atendimento dele é nota 10, ele é bem atencioso, nos explicou tudo com paciência, recomendo! Em breve vou compartilhar aqui um post sobre minha aventura no Chobe. Para mais detalhes sobre o tour dá uma conferida no site da empresa clicando aqui.

Chobe National Park
Chobe National Park

Hwange National Park | O que fazer no Zimbábue

Eu ia fazer um passeio para conhecer esse parque, mas infelizmente eu dei o azar de combinar com uma empresa irresponsável que desmarcou comigo no dia do tour. Acabei perdendo a oportunidade de conhecer o parque.

# Onde ficar no Zimbábue

Minha base no Zimbábue foi na cidade de Victoria Falls. Lá eu fiquei hospedada em um lodge M A R A V I L H O S O, o Victoria Falls Safari Club. Para vocês terem uma noção, a varanda do meu quarto tinha vista para o Zambezi National Park, eu nem precisava sair do quarto para fazer safari rs. Teve um dia que fui tomar uma cerveja na varanda e lá estava uma família de elefantes bebendo água. Muito legal mesmo!

O Lodge é super exclusivo e conta apenas com 20 acomodações, a infra estrutura é ótima e os funcionários muito educados e solícitos. Nessa foto logo abaixo você pode ver como meu quarto era grande e mais embaixo tem a foto de uma das piscinas do complexo. Em breve vou contar com detalhes como foi ficar hospedada lá.

Victoria Falls Safari Club.
Victoria Falls Safari Club.

Caso não tenha vaga no Victoria Falls Safari Club, você pode se hospedar no Victoria Falls Safari Lodge, que fica no mesmo complexo e possui mais acomodações, além de ter um preço mais acessível.

Se você for visitar Harare, a capital, aconselho as seguintes hospedagens: Cresta Lodge Harare (moderno, bem localizado e muito confortável), Art Lodges (ótimo custo x benefício, atmosfera aconchegante) e o Mt Pleasant B’n’B (preço acessível e bom atendimento).

# Clima

Viajei para o país na segunda quinzena de Abril e o clima estava bem quente (29ºC), principalmente durante à tarde. Peguei sol todos os dias e só uma piscinha ou uma visita refrescante as Cataratas para ajudar. Coloque na mala roupas leves e não esqueça o traje de banho.

Geralmente o período chuvoso vai de Novembro a Março. Já a época seca vai de Maio a Setembro.

Victoria Falls Safari Club | O que fazer no Zimbábue
Victoria Falls Safari Club | O que fazer no Zimbábue

# Religião

A maioria da população se considera Cristã.

# Segurança

Eu visitei apenas a região de Victoria Falls e posso dizer que viajar para lá é muito tranquilo! Quando cheguei no Aeroporto peguei um taxi que me deixou na minha acomodação, não tive problemas.  Fui a 2 mercados, também não tive problemas. Cruzei a ponte que liga Zim e Zam a pé, não tive problemas.

Caminhei pelas ruas do centrinho, não tive problemas. A única coisa que incomoda ao andar pelo centro é a quantidade de pessoas que te abordam para tentar vender lembrancinhas, isso é muito chato, mas não é perigoso.

Inclusive, achei a população beeeem calorosa e educada. No mercado pedi ajuda para alguns funcionários e clientes para entender os valores das mercadorias e eles foram super atenciosos. Os funcionários do hotel a mesma coisa, sempre prontos para ajudar.

Em uma ocasião eu estava andando pelos corredores do mercado e um menininho de uns 5 anos me parou e colocou a mão gentilmente no meu rosto, ele não falou nada, só queria me encostar.  Depois ainda encontrei com ele novamente, ele sorriu e me tocou no braço. Do sorriso dele e do olhar senti uma bondade, uma inocência…realmente fiquei emocionada com os gestos da criança.

Quanto a sair à noite, não sei dizer sobre a segurança, pois eu optei por jantar nos restaurantes que ficavam nos arredores do hotel, não precisei sair do complexo para isso. Meu conselho é evitar andar a pé após às 19h.

The Boma - jantar típico.
The Boma – jantar típico.

# Seguro viagem no Zimbábue

Assim como na África do Sul e na Zâmbia, o seguro viagem não é obrigatório para quem vai viajar para o Zimbábue, porém é altamente recomendável fazer um. Essa recomendação é dada por conta dos vários imprevistos que podem acontecer durante qualquer viagem, como: intoxicação alimentar, extravio de bagagem, etc.

Escrevi o post “Seguro viagem mais barato: saiba como escolher a melhor cobertura!” no qual falo sobre o que está incluso nas coberturas e dou dicas para conseguir comprar um seguro viagem mais barato.

O blog é parceiro da Seguros Promo. Utilizando o código PARTIUVIAJAR5 na tela do pagamento você conseguirá 5% de DESCONTO. Se pagar no boleto ainda consegue mais 5%. Em troca do cupom de desconto, que tal usar nosso link? Assim você me ajuda a ganhar uma comissão para manter o Blog atualizado e não paga nada a mais por isso =).

Clique aqui para pesquisar planos, preços e fazer a reserva do seu Seguro Viagem.

# Malária

Em algumas regiões do país existe o risco de se contrair malária. É preciso tomar cuidado e se prevenir, pois ainda não existe vacina contra a doença. É imprescindível o uso de repelente, principalmente do final da tarde até o início da manhã (período que o mosquito geralmente está mais ativo).

A maioria das acomodações é equipada com mosquiteiros, ar-condicionado/ventilador, tela nas janelas… o que ajuda a manter o mosquito longe. No Lodge que eu me hospedei, além do mosquiteiro e telas, tinha em cada quarto repelente gratuito para os hóspedes.

# Voltagem e tomadas

No Zimbábue a voltagem é 220-240 v. Já as tomadas são do tipo da África do Sul (D) ou tipo as do Reino Unido (G).

# Wi-fi e chip de internet

Não é comum ter wi-fi nos lugares, exceto hotéis e restaurantes. Se você precisar de internet com frequência aconselho comprar um chip. Eu usei o chip da EasySim4u e ele funcionou bem. Recomendo!

Se você quiser mais informações sobre o chip deixa um comentário ali embaixo. O Blog é afiliado deles e sempre recebemos cupons de desconto.

Victoria Falls Safari Club | O que fazer no Zimbábue
Victoria Falls Safari Club | O que fazer no Zimbábue

# Consultoria de viagem

A consultoria de viagens tem como objetivo te dar liberdade e segurança, mas proporciona também economia de tempo e dinheiro. Eu posso planejar TODA sua viagem (passagem, hospedagem, seguro, roteiro dia a dia, dicas) de acordo com seu bolso e gosto. Para mais detalhes clica aqui ou me manda uma mensagem no Whatsapp do Blog (31 99590-2414) que eu conto pra você!

Se você for combinar sua visita ao Zimbábue com uma ida a África do Sul, dá uma conferida no post “18 dicas de viagem para planejar sua trip para a África do Sul”, que é tipo este com dicas gerais. Depois, confere também os posts mais específicos sobre Cape Town: “O que fazer em Cape Town em 4 dias: tudo que você precisa visitar!” e “Tour de bicicleta para conhecer as melhores vinícolas de Stellenbosch!

Se tiver alguma dúvida sobre o que fazer no Zimbábue, deixa um comentário aqui embaixo que eu tentarei lhe ajudar.

Até mais!

RELACIONADOS