Vila de São Jorge, Chapada dos Veadeiros: 5 cachoeiras + dicas

Compartilhe este post

Já escrevi posts sobre Cavalcante e Alto Paraíso de Goiás e deixei a minha “cidade” preferida por último. A Vila de São Jorge, Chapada dos Veadeiros, é um lugar pacato e charmoso que você precisa conhecer, mas não é só passar por lá não, tem que ficar uns dias pra curtir a vibe do lugar.

Salto dos 80 metros | Vila de são jorge, Chapada dos veadeiros
Salto dos 80 metros | Vila de são jorge, Chapada dos veadeiros

# Como chegar – Vila de São Jorge, Chapada dos Veadeiros

A Vila de São Jorge fica a 35 km do portal da entrada de Alto Paraíso. Vindo de Alto, a entrada para a Vila estará a direita. Durante o caminho preste bastante atenção na paisagem, você poderá ver tucanos voando…

A Vila é um lugar pequeno, não tem banco, não tem posto de gasolina, mas tem mercado, bares, restaurantes… tudo simples! Se você for do Rio/SP ou alguma cidade grande vai sentir a diferença na hora. Ahh, cuidado viu, pois vi muitos casos de paulistas e cariocas que se apaixonaram pelo lugar e estão lá até hoje rs.

# 5 cachoeiras – Vila de São Jorge, Chapada dos Veadeiros

Quem já leu os outros posts sobre a Chapada dos Veadeiros sabe que eu fiquei encantada por lá, né?! São taaantas cachoeiras que é preciso quase que uma vida inteira para conhecer todas rs. Se você estiver indo pela 1ª vez, essa minha lista vai te ajudar a escolher qual visitar.

Cachoeira dos Saltos

Existem duas cachoeiras conhecidas como do “salto”, a de 120 metros e a de 80 metros. Ambas estão dentro do Parque Nacional.

Cachoeira Salto dos 120 metros
Cachoeira Salto dos 120 metros

Para chegar até a salto de 120 metros você vai fazer uma trilha de aproximadamente 4 km, tem muito cascalho e pedras (não esquece de ir de tênis!). Ao final do percurso você vai chegar no Mirante do Salto do Rio Preto e terá uma vista fantástica da cachoeira. Não é permitido descer até o poço da mesma.

A menos de 1 km dali estará a salto de 80 metros, onde o banho é permitido (e necessário, tendo em vista o calor rs).

Gente, é bem tranquilo fazer a trilha até elas, basta seguir as setas amarelas. O guia não é obrigatório.

Parque Nacional Chapada dos Veadeiros
Parque Nacional Chapada dos Veadeiros

Cachoeira Carrossel e Corredeiras

Está entre as 3 atrações mais visitadas da Vila de São Jorge, na Chapada dos Veadeiros. Assim como a Saltos, está localizada dentro do Parque. É muito comum e indicado até fazer essa trilha juntamente com a dos Saltos.

A Carrossel é uma delícia para banho, adorei! Um lugar que você pode ir e passar o dia inteiro.

Carrossel | Vila de são jorge, Chapada dos veadeiros
Carrossel | Vila de são jorge, Chapada dos veadeiros

Há uma trilha suspensa acessível a pessoas com mobilidade reduzida para chegar até as Corredeiras. Veja mais detalhes no site oficial do Parque.

Eu fiz no mesmo dia a Trilha Saltos, Carrossel e Corredeiras e achei o percurso nível médio, mas já tinha 10 dias que eu estava fazendo trilhas. Se você não estiver acostumado vai achar pesado. Acho legal ir bem cedo para fazer tudo com calma e ter bastante tempo para banho.

Esse percurso que eu fiz tem, no total, 12 km. Provavelmente você vai gastar umas 5/6 horas para fazê-lo, mas esse tempo depende do tanto que você vai ficar nadando, tirando fotos e aproveitando a beleza dos lugares.

Corredeiras
Corredeiras

Cachoeira das Cariocas

Também fica localizada dentro do Parque e pode ser combinada com a trilha dos Cânions, totalizando 12 km de caminhada (ida e volta).

Assim como as outras trilhas do Parque, possui setas indicativas do caminho, que demora umas 5 horas para ser percorrido. Infelizmente eu não consegui fazer essa trilha, mas o pessoal do Leve Sem Destino (que praticamente mora na Chapada rs) foi lá e olha as fotos deles.

Cariocas. Foto: Leve Sem Destino
Cariocas. Foto: Leve Sem Destino

Travessia Sete Quedas

É uma ótima forma de se conectar com a natureza e vivenciar a Chapada!

Ela é feita em 2 dias. No 1º você vai caminhar em média 17 km e no 2º dia vai caminhar mais 6 km, totalizando 23 km.

Na entrada do Parque você vai receber um mapa com todas as informações do caminho. Não se preocupe pois o percurso também é demarcado com setas indicativas.

Existe uma área de camping específica e você deve montar sua barraca em um dos pontos demarcados. Preste atenção na área delimitada como banheiro rústico e não se esqueça de levar um sabonete biodegradável para tomar banho no rio.

Importante lembrar de guardar todo o lixo que você produzir, não deixando nada para trás, inclusive restos de frutas.

Obs: fogueiras são proibidas pois o fogo pode se espalhar facilmente.

Obs²: atente-se para o risco de tromba d’água e em caso de chuva forte ou aumento repentino do nível do rio, saia da água e vá para um lugar alto.

Obs³: o Parque não possui serviço de resgate.

Sete quedas. Foto: Leve Sem Destino
Sete quedas. Foto: Leve Sem Destino

Cachoeira do Abismo + Mirante da Janela

Outra atração que eu não cheguei a conhecer pois fui na época de seca foi a Cachoeira do Abismo, quando eu estive por lá ela estava praticamente sem água, então resolvi deixar para uma próxima visita. Outra desculpa para voltar a Chapada em breve rs

A combinação dessa cachoeira com o famoso Mirante da Janela é maravilhosa e a trilha tem aproximadamente 8 km e dificuldade média, podendo ser mais desgastante devido ao calor.

Obs: o guia não é obrigatório.

# Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

Ele é uma Unidade de Conservação Federal de Proteção Integral criada em 1961 e fica localizado na Vila de São Jorge, que é distrito de Alto Paraíso de Goiás.

Parque Nacional Chapada dos Veadeiros
Parque Nacional Chapada dos Veadeiros

VOCÊ SABIA que o cerrado (bioma encontrado na Chapada dos Veadeiros) é formado em condições severas, como seca, solo com poucos nutrientes e o fogo? Ele é a segundo maior bioma do nosso país, estando atrás apenas da Floresta Amazônica.

Se você tiver apenas um dia na Vila de São Jorge (Chapada dos Veadeiros) precisa fazer alguma das trilhas do Parque. Lá dentro tem 4 trilhas para percorrer e várias atividades para fazer, desde observação da fauna/flora, a caminhadas leves e até escalada.

Logo na entrada é necessário pagar uma taxa de R$17 e preencher um Termo de Conhecimento de Riscos e Normas.

Ingresso: 17 reais para cidadãos brasileiros; 26 reais para visitantes estrangeiros do Mercosul; 34 reais para os demais visitantes estrangeiros.

Horário de funcionamento: o parque abre todos os dias da semana, sendo que a entrada é das 08h às 12h e a saída até às 18h.

Parque Nacional Chapada dos Veadeiros
Parque Nacional Chapada dos Veadeiros

Quem quiser saber mais sobre outras cachoeiras da Chapada pode ler os posts “Roteiro para aproveitar Alto Paraíso de Goiás na Chapada dos Veadeiros!”, “Como planejar uma viagem para a Chapada dos Veadeiros: quando ir, o que fazer…” e “As 5 melhores cachoeiras de Cavalcante, na Chapada dos Veadeiros!”.

# Onde ficar – Vila de São Jorge, Chapada dos Veadeiros

Gostei tanto da experiência de acampar que resolvi repeti-la em São Jorge. Me hospedei no Camping Hostel Passarim e super recomendo!

Camping Hostel Passarim.
Camping Hostel Passarim.

O Passarim, como o próprio nome diz, é camping e hostel. Um dos diferenciais é que o camping já vem com barraca, daí se você não tiver barraca pode testar como é acampar sem ter o equipamento. A barraca deles é para duas pessoas, tem travesseiro, colchão e cobertor. Muito confortável.

Obs: se você não quiser acampar tem o dormitório do hostel no interior da casa. São poucas camas e poucas barracas, o que cria um clima intimista.

Vamos falar sobre o café da manhã? Nossa, que delícia que foi comer por lá. Café da manhã vegano preparado na hora e com muitas energias boas. Provei várias coisas que eu não conhecia, como leite de amendoim e chapate (tipo um pãozinho). Adorei tudo!

Camping Hostel Passarim.
Camping Hostel Passarim.

Outra coisa muito importante é a localização, certo?! Ele fica situado bem próximo ao comércio da vila (menos de 5 min de caminhada) e da portaria do Parque (20 min de caminhada).

Endereço: Rua Mangaba Quadra 05, Lote 10, São Jorge II, Alto Paraíso de Goiás – GO.
Instagram: @campinghostelpassarim

# Onde comer

Apesar de ser uma pequena vila, São Jorge tem boas opções de lugares para comer e eu destaco duas que gostei bastante, que foi o Rancho do Waldomiro e o Santo Cerrado.

O Rancho do Waldomiro é um restaurante simples que fica situado na rodovia entre a Vila e Alto. O prato mais popular é a matula com carne e existe uma opção vegetariana também.

Não sei se já falei isso com você, mas eu sou bem fresquinha para comer, então pedi uma porção de mandioca ao invés da matula.

O restaurante também é muito conhecido por contas das cachaças e licores. O bom de tudo é que você pode degustar a vontade e no final comprar o sabor que mais te agradou. Já aviso que você corre o risco de sair um pouco tonto pois são várias opções diferentes, como: jabuticaba, mangaba, arnica, jenipapo, canela, banana, etc. Cada garrafa custa R$30 e é uma ótima lembrança!

Rancho do Waldomiro l | Vila de são jorge, Chapada dos veadeiros
Rancho do Waldomiro l | Vila de são jorge, Chapada dos veadeiros

O Santo Cerrado é uma risoteria famosa lá na Vila e um deck bacana para curtir o pôr do sol. A casa possui um cardápio muito bom, eu tomei uma caipfruta de mangaba muito delícia. Queria ter provado um dos risotos, porém meu orçamento estava curtinho e tive que deixar para a próxima rs.

Rancho do Waldomiro
Rancho do Waldomiro

# Turismo consciente

Acima falei sobre os encantos da Vila de São Jorge, na Chapada dos Veadeiros e abaixo vou te dar dicas para aproveitar tudo sem desrespeitar o meio ambiente.

  • Não jogue lixo nas trilhas e cachoeiras (isso inclui bitucas de cigarro, papel higiênico e lixo orgânico).
  • Não entre na água usando filtro solar ou bronzeador, isso polui a água.
  • Não faça xixi na água, saia da cachu, vá para a trilha e faça lá na terra.

A Chapada recebe milhares de turistas todos os meses, imagina a quantidade de xixi e filtro solar que pode deixar a água menos pura?! Mesmo a água sendo corrente e não prejudicando o turista diretamente, ela pode prejudicar aquele morador local que bebe a água ou que precisa dela para sua plantação.

  • Não fume nas trilhas. Os incêndios são muito comuns na região, não contribua com eles.
  • Não leve seu animal doméstico para as cachoeiras, por mais bem cuidado que ele seja, ele pode transmitir alguma doença para os animais que vivem na mata.
  • Respeite o meio ambiente e as pessoas que estão na trilha/cachoeira. O cerrado é de todos, cabe a nós protegê-lo e aproveitá-lo em harmonia.
Carrossel | Vila de são jorge, Chapada dos veadeiros
Carrossel | Vila de são jorge, Chapada dos veadeiros

E aí, curtiu as dicas da Vila de São Jorge, Chapada dos Veadeiros? Se você tiver alguma dúvida ou sugestão deixa um comentário pra gente! Se quiser ver mais fotos da Chapada confere nosso Instagram ( @partiuviajarblog ).

Beijos e até!


Compartilhe este post

Deixe um comentário