10 programas imperdíveis para fazer em Foz do Iguaçu em 4 dias

Fala viajante, tudo bem? Você sabia que Foz do Iguaçu é um dos destinos mais turísticos da região Sul?! Pois é, eu passei alguns dias lá e no post de hoje vou compartilhar com você o que fazer em Foz do Iguaçu em 4 dias. São 10 programas imperdíveis para você curtir a cidade!

Foz do Iguaçu está localizada no estado do Paraná, bem na fronteira com o Paraguai e a Argentina. A maioria das pessoas a conhece por causa das Cataratas do Iguaçu, mas lá tem muito mais coisa pra fazer além das Cataratas.

# Como chegar em Foz do Iguaçu

Você pode chegar de carro, ônibus ou avião. Eu estava em Curitiba e fui para Foz de carona, pois a passagem aérea e a de ônibus estavam bem caras. Dessa forma, procurei no site do Bla Bla Car uma carona, que saiu a metade do preço do ônibus. Foram 640 km percorridos em 8 horas.

A cidade possui um aeroporto internacional, que não é lá essas coisas, mas funciona. Achei ele bem simples. Na sala de embarque não tinha nem wi-fi. Na volta peguei um avião lá para Belo Horizonte.

# O que fazer em Foz do Iguaçu em 4 dias

A partir de agora você confere o roteiro com o que fazer em Foz do Iguaçu em 4 dias. Anote as dicas!

1- Cataratas do Iguaçu (lado brasileiro)

O primeiro programa que eu indico (é claro) são as Cataratas do Iguaçu! Gente, eu achei o lugar simplesmente maravilhoso!

Passei umas 4 horas lá, tirei muitas fotos e me maravilhei com a beleza daquelas águas. Vou falar tudo sobre minha visita em um post específico.

Cataratas do Iguaçu | O que fazer em Foz do Iguaçu em 4 dias
Cataratas do Iguaçu | O que fazer em Foz do Iguaçu em 4 dias

2- Macuco Safari

No dia que eu fui conhecer as Cataratas optei por fazer o Macuco Safari, que é uma aventura muito legal! Resumindo muito a experiência foi: andar de barco pelo rio Iguaçu e tomar um banho delícia nas Cataratas. Isso mesmo! Eu entrei debaixo da queda d’água das Cataratas!

Em breve vou escrever um post específico sobre essa aventura! Mas já adianto que eu super recomendo! 😎

3- Parque das Aves

O Parque das Aves foi uma grata surpresa pra mim. Não sabia que ia curtir tanto o lugar! Recomendo separar pelo menos 3 horas para admirar e aprender bastante.

Checklist: O que levar na bagagem de viagem

Para não esquecer de levar os itens essenciais em sua viagem, baixe gratuitamente o Checklist: O que levar na bagagem de viagem

O Parque das Aves oferece abrigo e atua na recuperação de milhares de aves resgatadas por órgãos ambientais. Aves que estão em perigo de extinção são bem cuidadas por profissionais sérios, no total são mais de 200 colaboradores que trabalham para garantir o bem estar desses animais tão fofos.

É possível fazer a visita tradicional ou a backstage experience (que percorre os “bastidores” do parque). Vou contar mais detalhes sobre minha visita ao Parque em um post futuro. Fica ligado!

Arara super fofa que mora no Parque das Aves
Arara super fofa que mora no Parque das Aves | O que fazer em Foz do Iguaçu em 4 dias

4- Cataratas do Iguazú (lado argentino)

Você pode estar se perguntando se não basta conhecer as Cataratas do lado brasileiro, já que são tudo Cataratas e só muda o país. Não, os 2 parques são bem diferentes.

Tire um dia inteiro para visitar o lado argentino, lá tem muitas trilhas e coisas legais pra ver. Agora, se você quiser fazer somente o passeio básico, que é formado pela Garganta do Diabo, Parte Superior e Parte Inferior, pode separar apenas 4 horas. Em breve vou postar um relato com detalhes sobre minha experiência, falar como chegar, dar detalhes sobre as trilhas, etc.

Cataratas do Iguazu
Cataratas do Iguazu | O que fazer em Foz do Iguaçu em 4 dias

5- Marco das 3 fronteiras

O Marco não se resume a plaquinha que aponta para Brasil, Argentina e Paraguai. Lá tem vários grafites de artistas brasileiros, argentinos e paraguaios… lindos! Tem também um restaurante e vários food trucks. Achei lá super gostosinho para curtir um fim de tarde.

Dica: aconselho chegar antes das 17h para poder tirar fotos com calma e sem pegar fila.

Para mais detalhes acesse o site oficial ou coloque seu email e nome  naquela caixa ali em cima para receber no seu email o post específico que eu vou publicar aqui.

Vamos brincar de índio... Marco das 3 fronteiras!
Vamos brincar de índio… Marco das 3 fronteiras! | O que fazer em Foz do Iguaçu em 4 dias

6- Compras no Paraguai

Na minha opinião, vale muito a pena ir até o Paraguai fazer umas comprinhas, principalmente se você tiver interesse em adquirir eletrônicos.

É fácil chegar em Ciudad Del Este e achar as lojas e mercadorias. Eu peguei um ônibus na rua detrás do hostel e desci na fronteira, antes de cruzar a Ponte da Amizade. Dali em diante cruzei a ponte caminhando, gastei mais ou menos 10 minutos, super tranquilo. Não havia nenhum controle imigratório.

Atravessando a Ponte da Amizade
Atravessando a Ponte da Amizade

Após entrar no Paraguai, fui fazer umas pesquisas de preço e acabei comprando uns eletrônicos na Casa Nissei, onde fui atendida por um brasileiro. Perfumes preferi comprar na Elegancia, onde o preço estava melhor.

Não precisa ter medo de ir a Ciudad del Este, basta ter atenção com seus pertences e não ficar dando confiança para as pessoas que vão tentar te mostrar lojas ou produtos. Pesquise antes aonde vai comprar as coisas, compre em lojas recomendadas, procure indicações antes de ir e pronto, tudo ficará bem.

Na volta, novamente cruzei a fronteira a pé e andei alguns minutos para me distanciar da ponte e chamar um Uber, pois um motorista me disse que os carros da Uber não param logo após a ponte por medo dos moto taxistas.

7- Jantar no The Argentine Experience

Como o nome já diz, é uma experiência e não simplesmente um jantar. Lá eu fiz meu próprio drink, minha própria comida e me diverti muito!

O restaurante fica na mesma rua da feirinha de Puerto Iguazu, assim você pode ir mais cedo, andar na feira e depois ir para o jantar. Eu fiz isso. O jantar custa 60 dólares. É um pouco caro? Sim. Mas a experiência vale a pena. Sem contar que você come e bebe bastante, saí de lá rolando de tanto que comi 😂

Um dos melhores jantares que eu já participei! Em breve, vou publicar um post com muitas fotos e detalhes sobre a experiência.

Jantar no The Argentine Experience
Jantar no The Argentine Experience

8- Itaipu

A Itaipu é uma hidrelétrica binacional pertencente ao Brasil e ao Paraguai. Ela é líder mundial em geração de energia limpa e renovável. É possível visitá-la e conhecer mais sobre a sua história. Existem 2 tipos de tour e é preciso fazer a reserva com antecedência. Para mais detalhes acesse o site oficial.

Eu não fiz o passeio para conhecê-la, assim não posso falar muita coisa a respeito, mas eu estava viajando com 3 outros blogueiros, a Mônika (Leve Sem Destino) e a Geisiele e o Flávio (Viajando na Janela) que foram na usina, em breve eles vão postar um relato sobre o passeio.

9- Feirinha de Puerto Iguazú

A feirinha é bem pequena, em 20 minutos você consegue ver tudo, mas o legal mesmo é sentar por ali, tomar uma cerveja, comer um petisco e ficar batendo papo. Se você não for fazer o The Argentine Experience (jantar) pode separar umas 2 horas para ficar por lá.

Primeiro eu abasteci meu estoque de alfajor 😍 Lá tem umas 7 opções de marcas, mas o valor é mais ou menos tabelado em todas as lojinhas. Se você comprar caixas ao invés de unidades sai mais barato.

Alfajor! Muitas marcas!
Alfajor! Muitas marcas!

10 – Compras no Free Shop da Argentina

Eu não estava muito animada para visitar o free shop, mas acabei gostando muito. Os preços dos perfumes lá estavam mais baratos que no Paraguai, inclusive. Se você quiser comprar bebidas, perfumes, maquiagem e chocolates, os preços de lá compensam bastante.

O free shop fica bem na fronteira. Eu fui de táxi, pois estava com um grupo de mais 3 pessoas e de lá segui para a feirinha de Puerto Iguazu, mas tem ônibus também que deixa as pessoas lá perto.

Um programa que está no roteiro de muitos viajantes que visitam Foz é ir até o Templo Budista. Eu escolhi não ir pois já conheço alguns  templos budistas e estava bem cansada por contas dos passeios anteriores, aí preferi ficar um tempo curtindo a piscina do hostel.

Feira de Puerto Iguazu | O que fazer em Foz do Iguaçu em 4 dias
Feira de Puerto Iguazu | O que fazer em Foz do Iguaçu em 4 dias

# Onde se hospedar em Foz do Iguaçu

Quando eu estive em Foz fiquei hospedada no Concept Design Hostel & Suites e curti bastante a experiência. O hostel possui quartos privativos e dormitórios, assim atende a todos os gostos. Possui um bar e uma piscina super gostosos para você relaxar após um dia intenso turistando. Além disso, é muito bem localizado, perto de padaria, lanchonete e ponto de ônibus.

Eu escrevi um post contando como foi minha experiência no Concept Design Hostel. Clique no link abaixo para conferir:

Review: Onde ficar em Foz do Iguaçu – Hospedagem no Concept Design Hostel

Meu quarto no Concept Design Hostel.
Meu quarto no Concept Design Hostel.

Se quiser seguir minha recomendação e fazer sua reserva nele, basta clicar aqui e você será redirecionado para a página do Booking.

Caso você queira uma opção mais luxuosa, recomendo ficar no Belmond Hotel das Cataratas, que é a melhor opção 5 estrelas da cidade e fica localizado dentro do Parque Nacional do Iguaçu. Deve ser uma experiência incrível!

Utilizando nossos links o Blog ganha uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso. Ótima maneira de você me ajudar a manter nosso conteúdo atualizado.

Por hoje é isso! Espero que tenham gostado do post com as dicas sobre o que fazer em Foz do Iguaçu em 4 dias. Em breve vou fazer posts específicos sobre os lugares que citei acima. Para não perder nenhum deles, você pode colocar seu nome e email naquela caixa ali em cima para assinar nossa newsletter e receber os posts no seu email 😊

Dúvidas sobre o que fazer em Foz do Iguaçu em 4 dias? É só deixar um comentário aqui em baixo!

Beijos e até!

Nasci e cresci no interior de Minas Gerais, sou advogada de formação e consultora de viagens de profissão. Tenho 32 anos e desde sempre sonho em viajar o mundo. Já visitei 32 países (alguns mais de uma vez), tendo morado em 4 deles. Em 2016 criei o blog Partiu Viajar para ajudar e inspirar mais pessoas a viajar.

RELACIONADOS